Desfavor Explica: Seu computador.

comofaz?O mercado nunca falha em seguir alguns padrões. Como muitos outros produtos, o computador pessoal passou por fases como “coisa do capeta”, “novidade interessante”, “necessidade moderna”, “obrigação” e agora começa entrar na fase em que todo mundo já tem/usa. Não é à toa que as grandes fabricantes mudaram a estratégia de alardear que seus computadores são mais poderosos para dizer que eles são mais… bonitos.

Steve Jobs, ex-presidente da Apple e atual acumulador de células, é reconhecido mundialmente por ter revolucionado o mercado de computadores pessoais; mas do ponto de vista deste que lhes escreve, ele não fez nada além de perceber o ciclo do produto antes da concorrência. Se as coisas continuassem sendo vendidas apenas na base de suas vantagens práticas, o mundo seria obrigado a entender como funcionam os computadores. E convenhamos, é muito mais simples escolher o computador mais bonito. Lei do menor esforço.

(Não é Enveja, acho o Steve Jobs um cara muito esperto. Não gosto da viadagem que ele tornou o mercado, mas respeito sua habilidade de ficar bilionário sacando como as coisas funcionam muito antes que o resto…)

A minha previsão é que com o passar dos anos, as pessoas vão acabar entendendo muito bem o que fazer com um computador, mas vão ignorar totalmente como ele funciona. Isso é bom para os negócios, mas não sem consequências para o usuário final. Por mais avançado que tudo pareça hoje em dia, de uma certa forma a tecnologia que alimenta os computadores é basicamente a mesma há décadas.

Aquele primeiro computador que você usou, talvez com uma daquelas telas que só mostravam caracteres verdes num fundo preto, e um computador atual, rodando um jogo 3D de última geração… Sabem qual a diferença? O tamanho. A tecnologia dos computadores avançou na base da miniaturização. O computador de hoje corresponde basicamente a bilhões de computadores dos anos 80 espremidos sobre uma mesa, ou mesmo sobre o seu colo. A ideia é a mesma. Ainda é uma sequência de zeros e uns transformada em pontinhos luminosos na tela.

O que eu pretendo com este texto é destrinchar partes comuns à maioria absoluta dos computadores, sem linguagem técnica e sem presumir que você entende lhufas sobre o assunto. Entender como esse trambolho funciona pode te dar ótimas dicas sobre como comprar o mais indicado a você e principalmente como reagir se defrontado(a) com falhas. Este tipo de conhecimento tende a ficar cada vez mais raro em conversas informais, e aposto que mesmo que não apele a você agora, ainda vai te servir para economizar dinheiro e encheção de saco.

E para não perder a oportunidade de dar aquele ar “desfavor” ao texto, tenho que dizer que sempre enxerguei o interior de um computador como um grupo de mulheres histéricas trabalhando em um escritório. E por que mulheres? Funciona tudo muito bem até o primeiro chilique. Vamos fazer uma visita à sede da Personal Corporation?

PERSONAL CORPORATION

O seu computador (laptop e tablet também contam) é um conjunto de peças que trabalham em conjunto. O grande segredo é ter a maioria das peças em harmonia. Uma precisa da outra para funcionar direito. Uma peça muito vagabunda influi mais no resultado geral do seu computador do que uma caríssima. Isso se chama “gargalo”.

Tem muito computador por aí que já vem de fábrica com gargalo. Colocam uma parte (QUASE SEMPRE memória RAM) exagerada num conjunto tosco e vendem mais caro. Cuidado: Vai ser tosco do mesmo jeito. Nenhuma peça resolve tudo sozinha.

Hoje eu vou falar sobre o trio mais importante de qualquer computador: Processador, HD e Memória RAM. Futuramente tem mais.

PROCESSADOR

 

O processador é a presidente da empresa, além de cuidar praticamente sozinha da casa, do marido, dos filhos e do pouco de vida social restante. Ela passa praticamente todos os minutos de sua vida tomando decisões. É tanta gente dependendo dela que mesmo sendo muito rápida para decidir, ainda forma-se uma fila enorme na porta do seu escritório.

E por incrível que pareça, a fila é o pior problema. Decidir é o que ela mais sabe fazer, a partir do momento em que a pessoa entra no seu escritório, as coisas vão bem rápido. Só que ela só pode tomar uma decisão por vez. Imagine a confusão se todo mundo entrasse junto?

A gentalha se acotovelando na fila na porta de sua sala só pode sair depois de conversar com a Presidente Processador. E sintam a responsabilidade: Se uma dessas pessoas na fila ficar sem resposta, começa um efeito cascata de desencontros e desentendimentos que acaba dobrando o tamanho da fila logo a seguir.

E como já chegamos a um ponto da tecnologia onde é MUITO difícil tornar a tomada de decisões pela presidente mais rápida, a solução é resolver a fila. É por isso que os processadores atuais (os Pentiuns e AMD’s da vida) começaram a trabalhar com clones da presidente. Ao invés de uma sala, várias como cópias idênticas dela para tomar as decisões. O que também ajuda bastante quando uma resolve dar chilique e parar de atender as pessoas. O número de travadas nos computadores modernos diminuiu também por causa disso.

Um computador não funciona sem a presidente. A empresa nem abre as portas se ela não estiver trabalhando. E se por um acaso ela tiver que fazer muito mais trabalho do que pode, começa a ficar de cabeça quente e para tudo numa tacada só. Se o processador esquentar demais, o computador para. E mais do que TODO mundo na empresa, o ar condicionado (Cooler) da sala dela tem que funcionar impecavelmente. Se o cooler parar de funcionar, o processador esquenta rápido, MUITO rápido.

A capacidade da presidente de tomar decisões é medida em “Gigahertz”. Uma presidente que funciona a 2 GHz é mais rápida que uma de 1.8GHz. Isso é sim muito útil, mas não é mais a única coisa a se considerar atualmente.

Cada cópia da presidente numa sala própria é um “Core”. E cada core divide a fila, além de diminuir o stress das presidentes. Na maioria dos casos, é melhor ter um processador com mais cores.

Temos uma questão valiosa aqui: A presidente tem que funcionar, e basicamente só isso. Você não precisa de uma formada em Harvard para cuidar de uma empresa pequena. Se você não joga jogos pesados ou trabalha com vídeo e/ou 3D, não precisa gastar uma fortuna com essa peça.

Dica: A presidente deve ter sobrenome Intel ou AMD. Você vai se arrepender se contratar outras famílias.

HD

 

HD é a arquivista da empresa. Metódica e arredia a decisões rápidas, é ela a única que realmente se lembra das coisas na empresa. Solteirona e mal-amada, a arquivista pode ocupar todo seu tempo organizando um monstruoso arquivo escrito com todas as decisões da presidente. E como sabemos que a presidente não para de tomar decisões, chega uma hora que a sala da arquivista já não comporta mais tanto papel.

E como aumentar a sala não é uma opção, ela tem uma solução: Escreve tudo com lápis e apaga o que não for mais necessário para escrever de novo por cima. Não é o jeito mais bonito de fazer, mas resolve o problema.

E não é só isso. No começo é tudo muito bonito, tem espaço para colocar tudo o que é relacionado perto um do outro. Mas o espaço começa a minguar logo. Eventualmente a arquivista precisa guardar um relatório financeiro no meio do arquivo dos recursos humanos. Está guardado, mas começou a ficar menos intuitivo achar a informação. A arquivista tem que se lembrar de caminhos cada vez mais complexos para chegar na informação que quer. E isso demora.

Num computador, isso se chama fragmentação. Quanto mais tempo você usa um HD sem deixar a arquivista fazer a “desfragmentação” (ou seja, reorganizar a bagunça), mais demorado fica o processo de pesquisa.

Demorar pode ser um problema, mas perder arquivos é ainda pior. A arquivista pode ficar tão maluca com esse trabalho que eventualmente rasga as páginas enquanto apaga o texto para escrever o novo. Ela até dá um jeito colando com fita ou cuspe na hora, mas pode acreditar que aquela página vai dar trabalho extra a partir dali. O certo é parar um pouco a correria e “corrigir erros” nas páginas rasgadas. Se tiver que escrever algo numa página bichada com pressa, pode ferrar todo o processo e perder a decisão da presidente para sempre. Arquivos somem assim.

E como eu já disse, nenhum livro é jogado fora, suas páginas são apagadas e reescritas. Isso quer dizer que a maioria dos arquivos ainda deixa rastros depois de apagados. Pode ser um rastro de grafite ou mesmo a afundada que fica no papel, mas podem confiar que raramente um arquivo se perde logo após ser “jogado na lixeira”. Existem vários especialistas em recuperar o que a arquivista tentou esconder. Não é seguro, se é que vocês me entendem…

O tamanho da sala da arquivista é medido em Gigabytes (GB), e mais recentemente em Terabytes(TB). Um TB equivale a mil GB. Ou seja: Um HD de 1TB é maior que um de 800GB. Quanto maior melhor, mas tenha em mente que pouca gente realmente precisa de tanto espaço.

A velocidade com a qual a arquivista consegue correr pela sala em busca do arquivo é a “RPM” do HD. Um de 7200 é mais rápido que um de 5400. Isso é importante, evidente. Mas tem uma outra coisa no HD, chamada “Buffer”. O buffer é a ante sala do depósito, onde a arquivista pode receber os pedidos de outros funcionários e deixar os arquivos que acabou de separar. Quanto maior o buffer, maior o local. Você também vai querer mais espaço para isso. Um buffer de 32mb é melhor que um de 16mb.

Tente sempre priorizar velocidade (RPM e Buffer) em detrimento de espaço (GB ou TB).

Estão ficando cada vez mais populares os HD’s com a sigla SSD. Eles funcionam de forma diferente, são mais rápidos e bem mais caros. Se você não for entusiasta de tecnologia, ainda não é hora de comprometer orçamento com isso. Ano que vem veremos como a coisa se desenrola.

MEMÓRIA RAM

 

A RAM é a secretária. Ela faz a ligação entre presidente e arquivista. Nossa secretária pensa muito rápido e basicamente faz tudo funcionar. Infelizmente, ela tem um caso sério de memória de passarinho. Se ela olhar para o lado enquanto fala com você, esquece totalmente o assunto. Por isso é muito bom que o trabalho dela seja basicamente correr de um lado para o outro com pastas de arquivos. Pouco espaço para distração.

O que não quer dizer que problemas não aconteçam. E muitas vezes não é culpa dela. Se a fila na sala da presidente estiver criando confusão, ou mesmo se a arquivista não for capaz de trabalhar rápido, ela fica parada, com cara de tacho, esperando alguma coisa acontecer. A memória RAM é tão rápida quanto o sistema permite. Por isso não adianta apenas ter uma secretária rápida feio o Usain Bolt, ela tem que ter espaço para correr e algum lugar para chegar.

Se a secretária ficar presa esperando presidente ou arquivista fazerem alguma coisa, a empresa toda fica esperando. Ou funciona todo mundo, ou não funciona ninguém. Pensando nisso pensou-se numa grande solução que já virou padrão nos computadores recentes: Ao invés de uma secretária correndo muito, duas correndo um pouco menos. É o que se chama de “Dual Channel”. Memória RAM funciona muito melhor em pares (e mais recentemente, em trios, o “Triple Channel”). Se uma ficar enrolada, a outra continua trabalhando. Sem contar a vantagem de que a espera cai pela metade. Ninguém precisa mais esperar uma secretária fazer todo o caminho para ter algo o que fazer. As duas correm sempre em sentidos opostos. Entregou um trabalho, recebe outro.

Você vai querer pelo menos duas secretárias na empresa. A RAM já é medida em Gigabytes (GB), e quanto mais melhor, evidente. Mas lembre-se: Duas de 2GB são melhores que uma de 4GB. Lembra que no mínimo sua empresa tem duas salas da presidência? Faz sentido ter uma secretária para cada.

E sem querer explicar muito, lembrem-se dessa regra: Mais que 4GB de RAM só faz diferença se o sistema operacional (Windows, por exemplo) for 64bits. Essa informação sempre está escrita na hora de comprar. Se você vir um computador ou laptop com mais de 4GB de RAM sem ter “64bits” escrito em algum lugar, corra.

RAM é medida em tamanho do corredor por onde a secretária passa (é bom ter espaço), que são os GB; mas também é medida em frequência, que é a velocidade com a qual ela corre. Como também é questão de número que aumenta de acordo com a velocidade, basta lembrar que o outro número também conta. (Memória RAM é bem mais complexa, e não sei se faz alguma diferença criar analogias para isso…)

Importante: Como HD e RAM costumam ser medidos em GB, lembre-se de uma regra simples para diferenciar a contagem. Se tem três dígitos é HD, se tem um ou dois, é RAM. 500GB só pode ser HD, 12GB só pode ser RAM. (TB SÓ pode ser HD).

Cinco páginas, eu vou levar bronca de mim mesmo.
E sim, vou escrever mais uma coluna, independentemente do interesse gerado. Achei bacana.

Para discutir analogias malucas com informações técnicas malas que está na cara que eu também sei, mas achei que não acrescentariam porra nenhuma ao texto voltado para leigos, ou mesmo para dizer que nemleu: somir@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

O que você achou?

Loading spinner

Comments (38)

  • Muito bom esse texto Somir!!! Teve ajuda da Sally??? pq normalmente suas analogias são ridículas. Foi o seu melhor texto (nãoentendopouhanenhumadeinformática). Sei que não aceita sugestões , mas… sobre video games também seria muito útil (fico puta de não entender pq aquela criatura que me relaciono quer revesar entre ps3 e xbox , pelo menos tem o tal do kinect que pelo menos não preciso perguntar qual o botão que pula .

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Dani, não precisa se preocupar. Pra cada um que ler esse tipo de texto e aprender que não precisa pagar 200 pila pra quem sabe, vão surgir dezenas de pessoas que não sabem nem abrir um programa que não tenha atalho na área de trabalho. Se não surgir nenhuma revolução inusitada na informática, o trabalho do teu namorado tá garantido por décadas ainda…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • To preocupada com a Sally, o Somir não postar é normal, a Sally não postar é preocupante…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Interessantíssimo, mas um tanto quanto básico.
    Me parece que a ignorância sobre o funcionamento de computadores e seus componentes é, em parte, uma consequência de sua disseminação. No que concerne a tecnologia, costumeiramente haverá um conjunto bastante grande de pessoas que não compreendem praticamente nada acerca do assunto.
    Por isso mesmo a informática a cerca de trinta anos era basicamente assunto de nerds, com suas intermináveis linhas de comando.
    (Aliás, há quem delas goste ainda hoje. Vide algumas distribuições do Linux, como a Slackware.)
    Att.
    G. B.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Vai ralando na boquinha da garrafa. É na boca da garrafa…
    Aê, vai dar as 12 badaladas e a poxtage de hoje não foi feita. Cumé, tia Sally, manda um Siago Tomir pra botá ordem na bagaça!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Ele apenas passou um programinha que limpa as sujeiras dos navegadores e desfragmentou o HD, levou pra casa 200 contos."

    Nossa, seu namorado é um cara bem bacana, hein.

    Eu também sou o "salva-vidas informático" dos meus amigos, amigos dos amigos, amigos dos parentes, enfim… formato, limpo, troco algumas peças, instalo e desinstalo, dou orientação sobre algumas peças e trago o software amado em até 3 downloads, mas não seria capaz de cobrar 200 contos pra rodar um programinha. Aliás, eu cobraria 200 contos se eu reformasse o computador do cara.

    Mas sei lá, cada um é cada um e sabe onde o calo aperta, né? Pra mim é mais como um apoio à amigos e o dinheiro da cerveja, se pro seu namorado é o ganha-pão, não sou eu quem vai escrever três paragráfos comentando alguma coisa…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Monjh - Senhor dos Muitos Nomes

    Sou tão feliz com meu PC: Rodar The Witcher 2 e Elder Scrolls V na configuração máxima é muito bacana…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Embora eu tenha gostado bastante do texto, Somir não faça isso pois acaba promovendo cada vez mais a maldita inclusão digital!

    Melhor que leigos realmente não saibam nada, assim tu acaba com os "bicos" de quem sabe como as coisas funcionam.

    Semana passada por exemplo, meu namorado foi na casa de um fulano que reclamava de lentidão. Ele apenas passou um programinha que limpa as sujeiras dos navegadores e desfragmentou o HD, levou pra casa 200 contos.

    Fica meu protesto: Devolvam a internet para o meio acadêmico!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Agora verifiquei melhor. Eu tenho apenas 4 slots na placa (gigabyte) com 2 gigas em cada, sendo que 3 slots são azuis.

    O sistema acusa os mesmos 8 gigas, mas não acho minha secretária rápida como deveria. Então tenho um slot só pra enfeitar.

    Se eu tirar estes 2 gigas vai dar na mesma na pratica?

    Meu angry birds esta travando…

    Ps.: Tenho 2,5 terabytes em 3 hds e acho pouco.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Pedro Campolina

    Fantástico. Já sabia o que vc tinha escrito, mas achei as analogias geniais. Realmente ficou extremamente didático.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "É mais fácil entender latência de memória RAM do que prever a reação dos leitores do desfavor."

    Existem coisas de "nerd" interessantes e uteis de saber e existem as coisas so de "nerds", como Star Wars xD.
    Brincadeiras à parte, eu gostei do post :)

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "realmente nao precisamos mais de uma grande arquivista. Ha terceirizados que complementam muito bem o trabalho dela."

    Fico pensando se uso uma rede de fofoqueiras na janela como analogia para cloud computing…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Agora que me sinto mais leve,com exceção do início do texto contar com esse pequeno ato de machismo, tava ótimo. Uma maravilha. De verdade."

    As mulheres mais independentes e fortes que eu conheci não levantavam uma sobrancelha sequer para piadas machistas. Aliás, elas costumavam até a rir delas. O manipulador vive na mente do manipulado. E eu não estou escrevendo isso como provocação. Sério.

    Fora isso, obrigado pelos elogios!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Não sei até que ponto é ruim as pessoas saberem cada vez menos sobre informática, se por um lado vai chegar o dia que vão precisar chamar técnico a cada mensagem de erro, por outro lado pelo menos cada usuário de computador é potencialmente menos um usuário de televisão…"

    Chame-me de pessimista, mas cada dia mais os usuários de computador se parecem com dos de TV. Dê uma olhada no Orkut, ou o que restou dele, e me diga se não é a platéia do Zorra Total. Popularização cobra seu preço cedo ou tarde.

    Pessoalmente, eu me preocupo com a indústria da informática relaxar um pouco a corrida pela performance e transformar computadores essencialmente em porcarias enfeitadas.

    Quanto menos gente comprando computador porcaria, menos os terroristas vencem.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "q o mause e placa mae e masi portante cmo clica com a ran"

    Espero que você ainda esteja na garantia…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Espero pelo proximo texto sobre o assunto!"

    É mais fácil entender latência de memória RAM do que prever a reação dos leitores do desfavor.

    Bom, eu que não vou reclamar desse raro momento de harmonia!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "A Sally tem cara de que entende Tuuuudo de computador haha."

    A Sally é o "último chefe" do jogo de explicar como um computador funciona. Tem que usar analogias E aguentar a torrente de ofensas que vão surgindo.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Adoro analogias computadorísticas. Muito instrutivo para os leigos."

    Eu ia tentar a dos duendes, mas já estava muito batida. Fico feliz que essa tenha servido ao propósito.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Fiz tudo sem entender bulhufas do que estava escrevendo."

    Não se assuste se quem corrige o trabalho também não saiba.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Somir, aproveitando o ensejo: algo a dizer sobre HDs portáteis? Alguma advertência sobre algum aspecto disso?"

    Eu tenho um e acho útil. Só não se esqueça que a fonte que o alimenta é bem mais vagabunda que a do computador. Essas porras correm mais risco de queimar.

    Tenha backup "interno" essencial, SEMPRE.

    P.S.: Sempre que possível, compre HD's externos com entrada e-sata. Computadores mais novos costumam ter a saída e já adianto que dá um show de velocidade sobre a saída USB. Dependendo do que você precisa fazer, transferência USB é um gargalo horrível.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "É um 'tree channel'? Uma das minhas memórias não funciona, ou funciona mal?"

    Algo me diz que essas memórias não são todas iguais. Pelo o que você descreveu, parece que sua placa-mãe tem três slots DDR3 e dois DDR2. DDR3 não encaixa em slot DDR2 e vice-versa.

    As duas tecnologias tendem a não funcionar juntas, mas tem muita placa-mãe que adora fazer gambiarra.

    Pela minha experiência, devem ser os pentes nos slots azuis que estão sendo reconhecidos e usados. Confira quanta memória seu sistema operacional acusa.

    Se aparecer 2GB, pior hipótese. Os azuis estão sendo ignorados.

    Se aparecer 8GB, meio-termo: Grandes chances do pente no slot preto estar atrasando todo o sistema.

    Se for 6GB, tirar o pente do slot preto vai ser apenas uma formalidade.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • realmente nao precisamos mais de uma grande arquivista. Ha terceirizados que complementam muito bem o trabalho dela.

    Suellen

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "tenho que dizer que sempre enxerguei o interior de um computador como um grupo de mulheres histéricas trabalhando em um escritório. E por que mulheres? Funciona tudo muito bem até o primeiro chilique."

    Aaaah Somir, vai te catar!

    Agora que me sinto mais leve,com exceção do início do texto contar com esse pequeno ato de machismo, tava ótimo. Uma maravilha. De verdade.
    Não vou pedir pra fazer mais desses textos, pq daí é capaz de tu não fazer só pra contrariar!
    Enfim…
    :P

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Legal, essas comparações lembram os antigos vídeos do IOs http://www.youtube.com/watch?v=yYz_iSUqa7U

    Não sei até que ponto é ruim as pessoas saberem cada vez menos sobre informática, se por um lado vai chegar o dia que vão precisar chamar técnico a cada mensagem de erro, por outro lado pelo menos cada usuário de computador é potencialmente menos um usuário de televisão…

    Mas com certeza, aprender um pouco sobre como funciona um computador não faz mal a ninguém. Como avisou Laércio Vasconcelos, "Windows Enburre-çe", muitas das automatizações são desnecessárias e mais atrapalham do que ajudam.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • afe um monte de coisa errada no seu iscrito qm disse q memoria ran e masi portante naum sabeu q o mause e placa mae e masi portante cmo clica com a ran
    se naum sabi naum fala pesqisa premero parece da escolhina do gugu kkkkkkkkkkkk o ceginho axo mto massa kkkkkkkkkkkk

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Somir, eu adoreeeei!
    Meu irmão que é o gênio dos computadores aqui em casa e logo logo ele vai morar beeem longe daqui então terei que escolher meus computadores sozinha no futuro. Eu aprendi que eu tenho um bom computador (pq não fui eu quem escolheu :( )

    Espero pelo proximo texto sobre o assunto!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Achei legal tbm, é uma boa maneira de explicar para leigos como funciona essa pecinha que nos da tanta dor de cabeça..

    A Sally tem cara de que entende Tuuuudo de computador haha.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Porra, eu tinha um trabalho sobre isso na semana passada..sacanagem.

    Fiz tudo sem entender bulhufas do que estava escrevendo.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Curti bastante, me lembrou a forma como meu pai me explicava isso há uns anos.

    Somir, aproveitando o ensejo: algo a dizer sobre HDs portáteis? Alguma advertência sobre algum aspecto disso?

    Tô com medo de me fuder, mas preciso MESMO de mais espaço e uma forma eficaz de manter meus arquivos.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Algo que não entendi bem por onde pesquisei é o seguinte.

    Tenho 8 gigas no meu computador, só que somente 3 baias são 'da mesma cor' e tem 3 pentes de 2 gigas cada e mais uma baia azul com mais 2 gigas. É um 'tree channel'? Uma das minhas memórias não funciona, ou funciona mal?

    O que você achou?

    Loading spinner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: