Guia de compras: Computador.

Ultimamente eu estou pesquisando bastante sobre as melhores peças para montar um computador novo, e considerando que temos alguns nerds por essas bandas, acho que pode ser interessante dividir a informação com os possíveis impopulares interessados em atualizar suas máquinas com a aproximação da Black Friday. Se você não liga para computadores ou vai ignorar a Black Friday, volte amanhã.

Depois de várias Black Fridays, eu acredito ter descoberto o segredo da data no Brasil: tem muita gente dando o famoso golpe de desconto “metade do dobro”, mas como já se tornou o maior evento consumista do país, passando o Natal, não é uma hora ruim para comprar as coisas que você precisa, basta começar a pesquisa e até mesmo as compras antes do dia.

O mais importante é entender que Black Friday é a oportunidade que muita empresa tem para esvaziar o estoque. Promoções são, via de regra, em cima de produtos que estão encalhados. O resto vai sair basicamente no preço de sempre. Muita atenção para isso: se o que você quer é uma novidade ou está em alta demanda, nem a pau que vão te dar um desconto bacana num produto que vende de qualquer jeito. Mas é provável que você os encontre num preço bem razoável nessa época.

A lógica é simples: não existe incentivo algum para dar desconto num produto que não para quieto no seu estoque. Empresas que dão desconto em coisa que já está vendendo bem são empresas que vão falir. Continuamos com o problema de falta de matéria prima para vários produtos eletrônicos, especialmente os que dependem de processadores complexos. Eu já tinha falado disso em outro texto, mas repito: é provavelmente o pior momento da história para comprar placas de vídeo para computadores.

Os produtos até que estão bons, mas os preços estão descolados de qualquer realidade: além do encarecimento da produção pelos problemas causados pela pandemia, a demanda cresceu de tal forma que quase nenhuma delas sobrevive nos estoques. Nem mesmo as com preços bizarros de quase vinte mil reais! Pode até não ter muita gente no mundo com dinheiro para comprar uma peça dessas, mas tem o suficiente para comprar todas as produzidas.

Se você está esperando uma promoção boa de placa de vídeo nessa Black Friday, esqueça. Até mesmo as de gerações antigas estão vendendo rapidamente porque quem não encontra as novas acaba comprando-as meio que por impulso. Sobram apenas porcarias extremamente inflacionadas. Eu estou sendo obrigado a comprar uma melhor para poder trabalhar com vídeo e artes em 3D, mas se você só for jogar, tome muito cuidado para não pagar 5 mil reais numa placa velha em promoção.

As novas são as da série 3060, 3070 e 3080 da Nvidia, e os preços são bizarros mesmo. As da série 2060/70/80 não são ruins, mas tem que estar pelo menos um terço mais baratas que as novas para compensar. As da série 1660 e 1650 estão caríssimas também, e são umas duas vezes mais fracas que as da série 3060. Não ouse pagar mais do que a metade do preço da 3060 mais barata. Eu tenho quase certeza que você não vai achar nenhuma promoção boa na Black Friday de placa de vídeo. As placas de vídeo da AMD não são ruins, mas estão todas com preços parecidos com as da Nvidia, sendo que são sempre um pouco mais fracas em comparação. As novas são da série RX6600/700/800, são comparáveis com as 3060/70/80, mas você vai receber menos pelo valor investido. Se estiverem bem mais baratas que as parecidas da Nvidia, podem valer a pena.

E aquelas promoções relâmpago do dia são basicamente uma loteria: eles colocam duas à venda por um preço baixo e a promoção acaba em milésimos de segundo. Não sofra por não conseguir comprar, é virtualmente impossível mesmo. Basicamente sorteio de desconto. Ninguém é culpado de não ganhar um sorteio.

Se você não PRECISA trocar de placa de vídeo, ignore solenemente o mercado pelos próximos meses. Todos os preços estão ruins. Todos.

Mas existem boas notícias no horizonte: se você quiser trocar de processador e placa mãe, o timing dessa Black Friday pode ser bom. Estamos prestes a ver uma nova geração saindo de novo, o que está segurando os preços das peças atuais. Nesse momento, o melhor custo/benefício está nos processadores da AMD. Especialmente na série 5600/800/900. Um ser humano normal não precisa muito de processador mais forte que o 5600, nem mesmo eu que uso para trabalhar. O 5600X da AMD está abaixo de 2 mil reais em média, e eu acho que dá para esperar uma queda promocional de até no máximo 1.600, mas é depender muito da sorte de achar nesse preço e comprar rápido antes que acabe.

Na faixa dos 1.800 está de ótimo tamanho. É um processador que deve durar vários anos sem te dar dor de cabeça. Se achar promoção muito boa dos da série 3600/700/800/900 também ainda vale a pena. Mas não ouse pagar o mesmo pela série 3XXX do que pagaria pela 5XXX. Tem muito esperto que se aproveita dos nomes e dos visuais dos produtos serem muito parecidos para vender o antigo como novo. Se você não usa o computador para coisas como games recentes e trabalhos gráficos, talvez ache um processador da série 1XXX por um preço minúsculo de bem menos da metade dos da série 5XXX. Pode ser interessante.

Pra quem não tem muita ideia da diferença entre computador de mesa e notebook, peças de computador “normal” são umas duas vezes melhores que peças de notebook pelo mesmo preço, em média. Nem estou cagando na cabeça dos notebooks, é que tem um preço para miniaturizar as coisas e fazer elas funcionarem praticamente sem ventilação. Um processador da AMD da série 1XXX é melhor que quase todos os de notebook em comparação.

E outra boa notícia é que a Intel voltou a fazer coisas decentes. Nos últimos anos os processadores deles estavam horríveis no custo/benefício, mas com o lançamento dos processadores da série 12600/700/900, eles estão de volta na competição. Quer dizer que vai ter promoção deles agora? Nem a pau! Acabaram de sair e vão sumir das prateleiras. Não vai ter desconto nenhum, não vai ter nem estoque. É importante saber disso porque se você comprar um Intel 9XXX, 10XXX ou 11XXX, jogou dinheiro no lixo. Só compre se estiverem metade do preço dos da AMD, e isso não vai acontecer de jeito nenhum. Sempre vai ter otário para comprar peça cara, e as lojas sabem disso.

Se quiser experimentar os novos processadores da Intel, tenha muito dinheiro agora ou espere até o ano que vem. Não compre nada abaixo dos processadores que começam com 12XXX. É bomba. Essa é a Black Friday da AMD nos processadores, talvez a próxima seja a da Intel.

Acho que vocês perceberam um padrão em placas de vídeo e processadores, os números 6 a 9 alguma coisa. Cismaram de nomear as coisas assim, mas até que é útil: se terminar em 600, 060 ou algo assim, é para usuários que querem algo poderoso, mas não tem dinheiro para queimar. Se for terminado em 900 ou 090, é para gente que compra casa à vista em condomínio fechado. O 6 é o número do entusiasta, o 9 é o número do maluco ou do rico. Evite comprar coisas com 9 no número a não ser que você saiba MUITO bem o que está fazendo.

Outras coisas que podem ser boas de comprar na Black Friday: placas-mãe. É a base do computador, e existem zilhões de modelos. A parte mais importante de comprar uma placa mãe é decidir por quanto tempo você pretende manter ele rodando. Se você, assim como eu, compra computadores para durarem 6 anos ou mais com diversas atualizações no meio do caminho, é meio complicado fugir das placas na faixa dos mil reais. Via de regra: quanto mais barata a placa-mãe, menos oportunidades de atualizar seu sistema no futuro.

Se você vai comprar um computador e esquecer dele até ele parar de funcionar, sem nunca abrir para nada, pode comprar uma placa-mãe mais barata, só confirmando se ela serve para o seu processador. Se você está preocupado em manter ela atualizada trocando peças com o passar dos anos, tem que investir bem. Toda placa mãe tem o número do chipset. Se você quiser saber o que ela pode fazer no futuro, se importe com o chipset. Se você quer comprar e fechar até ser obrigado a comprar tudo de novo, compre a mais barata que serve para o seu processador.

Dá pra achar placas-mãe decentes por uns 500 reais, e as que provavelmente vão te permitir atualizar no futuro na faixa dos 1.000. Placa-mãe acima de 1.500 reais é só para quem não se preocupa com dinheiro ou com quem ganha dinheiro com a performance do computador. Para os processadores AMD, as placas-mães com chipset B550 são as no ponto ideal entre preço, performance e capacidade de atualização. As 570 são só para entusiastas e as 450 são para quem quer economizar. Ignore outros chipsets. Para Intel, siga o conselho dos processadores: compre ano que vem, corra de qualquer promoção atual porque você vai ficar com um treco desatualizado muito caro para o que entrega.

Outra coisa que eu já escrevi aqui antes, mas repito: a fonte do seu computador de mesa é a peça mais importante que ninguém presta atenção. Ao invés de pensar em selos (80plus), pense em preço. Uma fonte que custa menos de 300 reais é uma fonte genérica, não importa a marca e o selo que diz ter. Uma fonte que custa mais de 600 costuma ser útil só para quem não precisa ler esse texto para saber o que comprar. Como a rede de energia brasileira é um lixo, muita atenção para comprar uma que tenha PFC Ativo. Não vou explicar o porquê para não entediar mais quem estiver lendo, só preste atenção nisso. É um sistema que protege o computador dos surtos da nossa rede. Se suas peças são caras, por favor não deixe elas ficarem na mão de uma fonte vagabunda.

Armazenamento: computadores novos usam o padrão M.2, que é um “HD” ainda mais rápido que o SSD (embora seja SSD). Um pequeno de 250GB já acelera brutalmente o uso diário. Mas eles são carinhos. Se você não sabe muito bem o que faz o quê, lembre-se de não pagar nada acima de 400 reais num deles. SSDs normais estão numa faixa de preço decente, mas lembre-se de que não são para guardar dados que ficam muito tempo parados. Se você tem uma coleção de filmes ou algo do tipo, use HDs dos antigos mesmo, são muito mais baratos por espaço disponibilizado.

M.2 tem um bom preço nos de 250GB, SSD normal (caixinha) está com melhor custo/benefício nos 400GB e HD normal tende a estar na melhor faixa de preço espaço/preço lá pelos 2TB (espaço para tudo o que você quiser na maioria dos casos). Todo mundo vende, tem zilhões de marcas… esse você pode pesquisar por alguns dias até achar uma promoção boa. Vai ter muito SSD encalhado saindo na Black Friday, aproveite. Aliás, via de regra: se você gastou mais que 400 reais em qualquer unidade de armazenamento, você provavelmente fez besteira. Só pode quebrar essa regra quem sabe porque os três tipos são diferentes além da “velocidade”.

Dica final: se tem “gamer” no nome e RGB escrito em algum lugar, é muito mais caro que deveria. Corra do que for muito colorido e cheio de luzinhas, eles aumentam o preço das mesmas peças só porque chamam de gamer. Se você não ganha a vida jogando, não compre nada gamer. A não ser que as luzinhas te façam feliz, aí é gosto mesmo. Normalmente tem versões da maioria das peças que não são gamers, fazem a mesma coisa e custam muito menos.

“E se eu quiser comprar algo da Apple?”

Ai você vai ter que concordar comigo que comprar coisa por preços decentes não é uma preocupação da sua vida e esse texto não serve pra nada pra você.

“Vale a pena comprar na Black Friday?”

Se você souber o preço das coisas, sim. Se não souber, não.

Para dizer que é sempre bom ter um nerd de estimação, para dizer que não está comprando nem feijão, ou mesmo para dizer que computador é coisa de quem não tem conta pra pagar: somir@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Desfavores relacionados:

Etiquetas: , ,

Comments (41)

  • Somir, a pergunta é meio retórica, tendo em vista que já te conheço e imagino bem o que tu vai responder, mas… Vou fazê-la ainda aaaim: para notebooks, essa configuração que sempre vejo por aí, de 256gb ssd e 8gb de ram… Ainda tem fôlego hoje em dia e pra mais alguns anos? Ou seria melhor mesmo investir logo em algo com 512gb ssd e 16gb?

    • Se você vai usar programas de edição de vídeo e imagens (para impressão), que expandem pra caramba dentro da memória, 16gb é muito necessário. Se você vai editar áudio e imagens (para web) que precisam de um pouco menos de espaço na RAM, 8gb ainda é bem possível. Eu tive um SSD de 256gb por vários anos só com Windows e programas da Adobe, funcionou direitinho. Mas eu tinha mais uns 4tb em outros HDs para salvar arquivos. 512 de SSD só é importante se você não tiver outros drives para salvar as coisas.

      E não use um notebook. Mas isso você já sabia.

      • É, é perguntei pq ouvi dizer por aí que um negócio com i7, 8gb de ram ainda tem poder de fogo pra editar no adobe premiere sem muitos efeitos. Pensei… Será que tem mesmo? Só se for em 720p né? Porque em 4k… Rs

        Audio só precisa de muita ram quando se trata de alta definição (32bits, 192khz 7 canais), ou de síntese sonora complexa.

        Imagens eu só fico com o lightroom mesmo, então…

        Mas com a vinda do win 11 aí as coisas não tendem a ficar mais pesadas? Assim como as aplicações web?

  • Bendito seja o Somir que veio na melhor hora. A semanas pesquisando produtos. Me salvou das furadas pq ja estava certo de pegar uma i5 de 10 geração ou talvez 9 dependendo dos preços. Se tiver mais alguma dica pra quem vai montar o primeiro pc sabendo muito pouco e tentando aproveitar a black friday eu serei muito agradecido

    Agora vou reler esse texto ate conseguir montar algo abaixo de 3.500 e que rode alguns jogos

  • Detalhe importante pra quem vai pegar AMD de computador: Os processadores Ryzen 1XXX podem não rodar o Windows 11. Se sua meta é essa, pegue ao menos um Ryzen de segunda geração.

    • Bem lembrado! Mas é bom avisar também que o Windows 10 vai ter suporte até 2025 pelo menos. Então não precisa ter tanta pressa assim.

      • Se desse pra guardar um pouco mais ia pegar justo um Ryzen e por isso mesmo corri atras de mais informações.
        Pra quem topa sacrificar o processamento em nome de economizar com placa de video, a letra utilizada é a letra G.
        Ex: AMD Ryzen 3200G

  • Ainda não consigo confiar 100% na armazenamento nuvem e meu notebook possui espaço para instalação de HD. Seria melhor colocar uma HD nele msm ou comprar um desses HD externo?

    • O problema do HD externo é que além de ser mais caro, a velocidade de transmissão de dados não é lá essas coisas. Se você precisar ficar passando arquivo de um lado para o outro o tempo todo, compre um interno. Se você só vai colocar os arquivos num lugar para não perder e raramente vai mexer, o externo pode ser mais interessante porque você pode guardar ele num lugar protegido por mais tempo.

      Se você vai mexer muito com os arquivos: HD interno com certeza.
      Se você só quer fazer um “cofre” e deixar os arquivos numa gaveta, o HD externo tem sua função.

      • A resposta nem era para mim, mas mesmo assim eu agradeço pela informação, Somir. Taí uma coisa sore HDs externos que eu não sabia. E eu estou pensando em comprar um, realmente para usar como um “cofre” para os meus arquivos.

  • Poxa, Somir, falo com conhecimento de causa de quem já passou perrengues no passado: AMD é fria!

    Placas mães eu particularmente gosto da Asus. E teu texto ficou mais em desktop mesmo, faltou falar de notebooks aí, que estão todos fora da casinha, até mesmo um de entrada com i3. Aliás, me espanta que até hoje ainda se venda telas 15’6 HD e não full HD, e ainda processadores atom, celeron etc.

    • AMD renasceu nos últimos anos. Tanto que fez a Intel mexer a bunda depois de mais de uma década soltando o mesmo processador cada vez mais caro. A linha Ryzen é boa de verdade. Até as placas de vídeo estão incomodando a Nvidia, mas menos.

      Brincadeiras à parte, eu não suporto notebook muito por causa da tela. Eu já acostumei com monitor de 28 polegadas 4K, não tem volta mais.

      • Caraio Somir, tu é heavy user mesmo… Aliás, fico até imaginando quantos softbox, rebatedores, refletores, e microfones boom e shotgun tem na tua agência… Rs

        Eu me contento com um ultra wide desses de 34″ 3440p

        Mas de fato, uma coisa é ter algo em casa na tua mesa, outra coisa é precisar levar a máquina pro trabalho, pra facu etc.

      • Tem certeza? Eu tive um AMD athlon lá da época do Windows XP que foi só dor de cabeça! E desde a leva de processadores Intel i7 nunca mais tive o que reclamar. Até mesmo quando a Apple adotou os processadores i a coisa foi boa. Agora com esses processadores novos aí da Apple M1 não sei como a coisa tá, mas ainda assim fico com o pé atrás.

        • A AMD quase faliu por causa dos processadores-bomba que fez naquele tempo. Mas sob a batuta da gloriosa líder Lisa Su, a empresa deu a volta por cima e nos últimos anos arrebentou com a Intel. A linha Ryzen é de confiança e vale mais que a maioria dos últimos lançamentos da Intel, as placas de vídeo ainda são piores que as Nvidia, mas já estão bem mais decentes.

          • Opa, bom saber então! Vou confiar…
            Acho que pro usuário comum não deva fazer muita diferença, mas pra quem edita áudio é vídeo, se os AMD ryzen botam pra quebrar, então ótimo!

  • Somir POR FAVOR faz um post de dicas pra quem não manja NADA desse assunto mas PRECISA comprar um computador (info importante: pode ser notebook ou desktop!) e quer aproveitar essa Black Friday <3

    • – Se você PRECISA levar o computador pra cima e pra baixo, lembre-se que notebook abaixo de 2.000 reais é uma merda total;
      – Desktop é muito mais poderoso pelo preço, sempre que puder escolher desktop, escolha;
      – Multilaser e Positivo são marcas que compram os produtos chineses mais toscos do AliExpress, colam o adesivo deles na frente e vendem mais caro, corra delas;
      – Se você não entende NADA de computador, compre os prontos da Kabum, Pichau ou Terabyteshop, montar sozinha é receita de sofrimento;
      – Se você não vai jogar jogos novos ou editar vídeos, pode escolher pelo preço;
      – Se você vai jogar jogos novos ou editar vídeos, o guia que eu escrevi é exatamente o que você deve considerar.

      • Obrigada pela resposta <3 Vou comprar pelo preço então (se nao for multilaser ou positivo, claro), porque no meu caso, não vou editar vídeos… meu pai abriu um Yakisoba aqui em Campinas, e estou fazendo os posts/stories de divulgação pra redes sociais, coisa simples… to aprendendo ainda, mas acho que vou precisar pra edição de imagem com photoshop, canva, essas coisas… Obrigada Somir :)

      • “Multilaser e Positivo são marcas que compram os produtos chineses mais toscos do AliExpress, colam o adesivo deles na frente e vendem mais caro”

        Vou me lembrar dessa frase na próxima vez em que eu vir produtos dessas marcas em uma loja.

  • Guia interessante para quem é novo no meio mesmo Somir.

    Comprei meu setup um pouco antes da explosão dos preços, meu PC lutou bravamente por 7 anos. Atualmente minha GPU sozinha está com o preço do setup inteiro (absurdo).
    Estou bem interessado nessa nova geração de memórias DDR5 e Intel 12th. Mas por enquanto o meu Intel da 10 geração tem atendido bem, não achei ruim assim não.

    A quem servir : ter um sistema operacional instalado num SSD/M.2 é um caminho sem volta. Melhor coisa.

    • Eu decidi que ia atualizar o computador em 2019. Resolvi esperar até o começo do ano seguinte pra ver se pegava umas promoções… adivinha se eu fiquei feliz com o resultado?

      O meu OS estava num SSD, agora vai para um M.2, vou descobrir se dá para sentir a diferença.

      • Só lembrando que o simples fato de ser M2 não necessariamente o torna mais rápido que um 2,5 SATA. Na verdade, o que importa é ser NVMe.

  • No fim das contas, computador deixou de ser um item pessoal e voltou a ser coisa de nerdões ou de quem trabalha em escritório.

    Pensando em abrir um curso de informática e digitação para zoomers que estão crescendo apenas com celular…

  • Eu não entendo muito do assunto e por enquanto também não estou pretendendo trocar de computador, mas vou guardar o link do texto pra eventuais consultas futuras. Acho que mesmo depois da Black Friday ainda vai haver informação aqui que pode vir a me ser útil.

    • Toda vez que eu preciso comprar uma peça eu faço uma imersão rápida entre os giganerds do tema para aprender o que presta ou não presta. É o clico do ner… da vida.

  • Sobre os M2, sugerir capacidades relativamente pequenas ignora o problema de que, salvo melhor juízo, na maioria das motherboards atuais há somente um slot, de modo que se quiser maior capacidade terá de trocá-lo ao invés de instalar mais um, algo plenamente viável nos Sata.
    Outra objeção a sugerir SSD de menos de 480/500 GB é que os jogos ocupam cada vez mais espaço.
    Poderia ter mencionado o preço por GB como bom referencial para a compra.

    • *ajeitando o óculos

      Você mesmo explicou o motivo pelo qual eu sugeri nas bases que eu sugeri: preço por GB. M2 é para armazenar sistema operacional e um ou outro programa mais usado porque o preço por GB é altíssimo ainda. Pra maioria das coisas, um SSD padrão 2,5 ou até mesmo um jurássico HD 3,5 dão e sobram. Dado que fica parado tem que ir para o GB mais barato.

  • Eu não sabia que tinha black friday no Brasil. E só gosto de notebook porque aquela montoeira de fios de computador me deixa neurótico e fora estabilizador, filtro de linha etc. Podia dar dicas de notebooks aí!

    • Notebook é computador de quem não sabe usar computador. Se for comprar, atenção para o processador: não adianta ter 100GB de RAM se o processador for uma porcaria. Os da AMD mais novos são bons, mas tem que ver como serão os mais novos da Intel nos próximos meses.

      Se custa menos de 2.000 reais, é um celular grande e lento.

    • Anônimo, procure no YouTube o canal “Qual notebook comprar?”. Se não gostar de vídeo, eles tem site também. Fazem resenha de diversos modelos e explicam algumas questões técnicas que ajudam bastante na hora de escolher.

      “Notebook é computador de quem não sabe usar computador” -> Quero ver o ranzinza do Somir botar o desktop debaixo do braço quando tiver que viajar ou algo assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: