Você provavelmente já viu algum filme ou série sobre batalhas no espaço, com lutas entre naves, lasers e caças atirando freneticamente uns contra os outros. Embora crie conteúdo divertido de se ver, a imaginação da maioria dos autores de ficção científica passa longe de levar em consideração como civilizações capazes de viagens interplanetárias ou interestelares realmente lutariam. Ou, como título alternativo para este texto: não faça inimigos em outros planetas.

Continue lendo

Novos problemas exigem novas soluções. O cidadão médio tinha pouco contato com teóricos da conspiração até uma década atrás, mas esse cenário mudou consideravelmente nesses últimos anos. Hoje em dia existe conspiração para tudo, e infelizmente boa parte delas tem relação direta com negação científica. O que pode te colocar em algumas armadilhas na hora de lidar com pessoas que defendem maluquices, as quais eu tento desarmar no texto de hoje…

Continue lendo

Há algum tempo atrás, eu escrevi sobre criptomoedas, dizendo inclusive que a tecnologia por trás delas tem toda a cara de algo que vai se integrar nas nossas vidas nos próximos anos, uma quase inevitabilidade dado o rumo que a economia global está tomando. Quinta-feira (11/03) a casa de leilões Christie’s vendeu um conjunto de obras de artes digitais por mais de 380 milhões de reais, provando os pontos positivos e os negativos dessa história toda.

Continue lendo

Aqui no Desfavor a gente tem que andar numa linha bem fina entre falar sobre a verdadeira gravidade da pandemia que o brasileiro parece ignorar e não promover medo pelo medo. Analisando os comentários dos últimos dias por aqui, eu senti que um ano de pandemia já está pegando pesado no psicológico de muitos de nós. Talvez seja a hora de parar e respirar um pouco.

Continue lendo

O mercado de inteligência artificial já é bilionário, mas ainda sequer chegou perto do seu potencial. Quanto mais a humanidade depende de máquinas e computadores para funcionar, maior a demanda por sistemas mais autônomos para manter essa complexidade toda. Até porque… o ser humano está chegando no seu limite.

Continue lendo