Tag: economia

Existe uma expressão da língua inglesa: “too big to fail”, a qual eu já traduzi no título deste texto. É muita usada no mundo dos negócios para descrever empresas que ficam tão grandes ao ponto de ser complicado sequer imaginar a sua falência. E é claro que as notícias sobre a Americanas pedindo (e conseguindo) recuperação judicial me fizeram pensar sobre isso.

Continue lendo

No dia 10 de novembro, em sua primeira visita à sede da transição de governo, Luiz Inácio Lula da Silva falou pela primeira vez sobre a condução da economia em seu terceiro mandato. De forma vaga, ele criticou a ideia de disciplina fiscal: “Por que as pessoas são obrigadas a sofrer para garantir a tal da responsabilidade fiscal deste país? Por que toda hora falam que é preciso cortar gastos, é preciso fazer superávit, é preciso cumprir teto de gastos?”. LINK


Sai o negacionismo científico, entra o negacionismo econômico. Desfavor da Semana.

Continue lendo

Amanhã será realizado o segundo turno da votação presidencial. Poderíamos explicar nosso sentimento, mas tem uma frase “brilhante” que faz isso por nós:

“Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder.” – Rousseff, Dilma.

Desfavor da Semana.

Continue lendo

Alguns séculos atrás, a humanidade estava terrivelmente confortável com a ideia de escravidão. No mundo moderno, por mais que tenhamos outros métodos de explorar pessoas, isso já não é mais verdade. Mesmo com casos de abusos cometidos por “empregadores”, o conceito de escravizar outro ser humano não é mais algo tolerável. O ser humano vira a chave para algumas coisas dadas as condições ideais, e eu realmente acredito que a próxima chave a ser virada é a da aceitação da pobreza.

Continue lendo

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na madrugada desta quinta-feira (4) em primeiro turno, por 312 votos a 144, o texto base da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos precatórios. A proposta, que já havia passado por comissão especial, abre espaço fiscal de R$ 91,6 bilhões para o governo em 2022, o que viabiliza o lançamento do Auxílio Brasil de R$ 400. A PEC precisa passar ainda por um segundo turno de votação na Câmara antes de ir para o Senado. LINK


Calote, suborno e populismo às custas do nosso dinheiro? É o Brasil sendo Brasil e o Desfavor da Semana.

Continue lendo

  • 1
  • 2
  • 5