Tag: religião

Hoje comemoramos a Semana Anta na República Impopular do Desfavor, data especial para falar sobre a estupidez da religião, com um foco todo especial no cristianismo, por ser a religião mais popular no mundo ocidental. É de praxe sacanearmos a insanidade da mitologia religiosa, mas dessa vez eu quero fazer algo mais… pessoal. Vamos ser mais compreensivos com as fábulas religiosas e menos com quem acredita nelas.

Continue lendo

Oi, eu sou a coisa mais próxima da criatura chamada “Deus” que vocês acreditam neste planeta. Eu existo desde muito antes de haver qualquer necessidade de nomes, ou de linguagem em geral, então me perdoem se eu não conseguir ser muito claro na minha escrita. São muitas camadas de tradução entre as ideias primordiais e a forma como vocês se comunicam. Perguntem-me qualquer coisa.

Continue lendo

O ditado é que não se discute política, religião ou futebol. Por sorte, futebol é cada vez menos relevante no país, por azar, política e religião foram ocupando esse espaço. Sally e Somir discutem qual das duas é mais infrutífera, e os impopulares falam… mesmo que seja por falar.

Tema de hoje: o que é pior, discutir política ou religião?

Continue lendo

Para não dizer que o governo Bolsonaro abandonou todas suas pautas que não sejam ajudar garimpeiros e grileiros na Amazônia, ainda temos alguns resquícios da chamada “pauta de costumes” pipocando aqui e acolá, tanto no Ministério de Cristo da Mulher, Família e Direitos Humanos com Damares, quanto com deputados e vereadores alinhados com o presidente na questão de sexualidade. A solução para tudo? Dizer para adolescentes não fazerem sexo. O que pode dar errado?

Continue lendo

Um ataque a faca deixou três mortos na manhã desta quinta-feira (29) na Basílica de Notre-Dame em Nice, no sul da França. As vítimas são uma idosa, que foi decapitada, o sacristão da basílica e uma brasileira de 44 anos. O suspeito de ter cometido o atentado, um homem de 21 anos, foi baleado pela polícia e depois preso. O presidente francês, Emmanuel Macron, classificou o ataque como um “ato terrorista islâmico” e disse que os franceses não vão abrir mão de seus valores. LINK


Como dessa vez os franceses não estão pedindo desculpas por morrer, a tensão está enorme. Desfavor da Semana.

Continue lendo

  • 1
  • 2
  • 8