Des Cult: Filmes de terror.

Falemos novamente sobre medos. Para minha surpresa, medo dá ibope. Tanto quanto escatologia, sexo e brigas. Mais um para os “favoritos” no quesito “temas”. Não, a gente não ganha nada se houver mais ou menos cliques (reparem a falta de patrocinador ou coisa do tipo), mas quando o número de comentários aumenta eu fico feliz por puro amor ao debate. Sim, eu assim sou tão baratinha.

Desta vez vamos falar de um medo que todo mundo tem ou já teve: medo provocado por algum filme. Que tipo de filme te assusta ou te assustou? Quem nunca teve um filme do qual se pelava de medo na infância? Sim, os filmes que te assustam ou te assustaram podem dizer muito sobre você. Ou não. Mas é bacana de se discutir mesmo assim.

Os filmes que dão medo podem ser divididos em inúmeras categorias. Escolhi alguns critérios aleatórios que achei mais didáticos para fins de debate. Vamos lá.

Tem os filmes do demo, onde o vilão é de fato o diabo, declaradamente. Não tem jeito, por mais ateia que eu seja, o Demo é um clássico. Mesmo que você não acredite nele, ele está no inconsciente coletivo e provoca alguma reação. Um exemplo clássico é “O Exorcista”, que mesmo sendo mais velho do que eu considero ser um filme assustador ainda nos dias de hoje. A cena da Regan descendo as escadas feito uma aranha, em ponte, é algo admirável para 1973. Pena que depois fizeram diversas continuações cagadas e estragaram a história. Uma coisa é ler em um livro sobre as origens do demônio, outra é ter um filme onde as pessoas ficam repetindo “Pazuzu” sem parar. Ficou ridículo. Outros exemplos são “O Exorcismo de Emily Rose”, “Damien”,“Stigmata”e “O bebê de Rosemary”. Também pode ser inserido nessa categoria(se você for muito cagão) “O advogado do diabo”

Por sua vez, temos filmes de terror onde o vilão é o ser humano mesmo, gente aterrorizando gente, como “O Iluminado”, “Cabo do medo”, “O massacre da serra elétrica”, “Carrie, a estranha”, “O albergue” e “Turistas”, que no caso, é brasileiro aterrorizando gringo. Talvez alguns incluam o Dr. Hannibal Lecter e sua trilogia nessa categoria, mas desde a primeira vez em que vi os filmes não me pareceu aterrorizador e sim reconfortante ver alguém sangrando as tripas dos mal educados.Eu ia citar “Pânico”, mas depois de “Todo mundo em pânico” nem mesmo uma cagona de carteirinha como eu consegue ter medo desse filme! Gente aterrorizando gente me assusta no geral e acho que assusta a maior parte das pessoas com mais facilidade do que eventuais monstros, pois dá aquele desconforto de conseguir se visualizar no lugar da vítima.

Em um meio termo entre mortos e vivos, há filmes onde o inimigo é carnal mas não é humano. Uma espécie de um mix das duas categorias anteriores. São os clássicos filmes de zumbis como “Madrugada dos mortos”, “ResidentEvil”, “Eu sou a lenda”, “A coisa”, “Cemitério maldito”, “Fome animal”. Normalmente filme de zumbi não é muito assustador, costuma ser cultuado mais como um clássico, como uma obra de ficção. Ou então completamente desprezado, se você não for nerd. Confesso que senti medo em “Madrugada nos mortos”, mais por toda a questão antropológica de como o ser humano não está preparado para uma merda dessa proporção.

Existem também os filmes com monstros assassinos que mostram a cara mas que não são nem humanos nem zumbis. São uma espécie de “super-humanos” do mal, como por exemplo o famoso Freddy Krueger do filme “A hora do pesadelo”. É um fulano deformado que nasceu de um estupro coletivo dentro de um manicômio e te ataca nos seus sonhos se você dormir. Perfeito para crianças que já tinham alguma ressalva com a hora de ir para a cama, é chutar o pau da barraca do trauma: “se eu dormir o Freddy Krueger vai me pegar, não posso dormir”. Parabéns aos envolvidos, metade dos. Tem também o Jason, assassino que usa uma máscara de hóquei, ataca com um facão e para mata-lo precisa de mais regras e burocracia do que para comprar um carro. Tem ainda o Mike Myers, do filme Haloween, que é igualmente trabalhoso de matar, mas conseguiu render bons sustos no forçado Haloween 20.E nem adianta me dizer que eles são humanos, esses porras não morrem!

Outra categoria são os filmes onde o vilão não aparece, é uma espécie de “sujeito oculto”, uma insinuação em aberto. Esperto fazer um filme assim, pois cada um preenche as lacunas deixadas pelo filme com aquilo que mais lhe causa medo de forma inconsciente.Confesso que esse tipo de filme me causa muito medo até hoje. O suspense, a insinuação, a agonia… É o tipo de filme que geralmente as pessoas se cagam de medo ou então são completamente indiferentes, oito ou oitenta. Exemplos clássicos: “Os outros”, “Atividade Paranormal” (ou como disse o Somir em um surto de mau humor: “a galinha gigante”) e “As Bruxas de Blair” e “A Vila”. Filmes feitos basicamente para você ficar tenso o filme todo esperando que alguma merda aconteça a qualquer momento. Adrenalina, sustos e zero custos em efeitos especiais. Uma sacada inteligente.

Alguns filmes não tem um vilão em si, apenas mostram o contato dos vivos com um nobody morto de menos prestígio e fama que o Demo. Mesmo sendo entidades menos importantes, muitas vezes basta para gerar algum que outro cu piscando. São exemplos filmes como “Sexto sentido”, “Poltergeist”, “O orfanato”, “Hellraiser”, “O Chamado”, “Horror em Amityville” ou “It”. Detalhe que na maior parte dos filmes onde se evocam espíritos, mortos ou whatever é usado um “Ouijaboard”. Isso me causa desconforto desde pequena, pois mesmo na mais tenra idade eu já percebia os indícios de como somos tupiniquins e subdesenvolvidos. Enquanto eles usam Ouijaboard a gente faz uma coisa tosca com um copo! Vergonha e precariedade até na hora de evocar o outro mundo! Lembro que uma vez me chamaram para fazer a tal brincadeira do copo e eu perguntei se teria o tabuleiro Ouija. Me explicaram que seria um copo virado de cabeça para baixo com umas letrinhas desenhadas em um papel. Eu me recusei a fazer porque achei as instalações precárias (e olha que eu deveria ter uns oito ou dez anos de idade). Escrota de nascença.

Tem também aqueles com monstros declaradamente irreais mas que aterrorizam os protagonistas dos filmes, como “Alien”, “Predador” (investigando se é o Ronaldinho Gaúcho, mas até segunda ordem é irreal), “Cloverfield” e tantos outros que tem por aí. Geralmente não provocam medo, são vistos mais pelos efeitos especiais, alguns até os classificam como filmes de ficção. Se baseiam mais na destruição de bens do que de vidas, por isso apenas pessoas extremamente materialistas como o Somir sofrem e choram ao ver carros e apartamentos sendo destruídos.

E tem ainda aqueles que eu considero os piores: o terror involuntário. Filmes que não foram feitos pensando em provocar terror, mas assustam pra caralho, principalmente crianças. O meu filme de terror involuntário de estimação é aquela porra do “Marcas do Destino” (Mask, em inglês), sobre um menino chamado Rocky Dennis com uma deformidade facial. Arrisco dizer que meu ódio da Rede Globo (que não tem absolutamente nenhuma relação com política, não custa lembrar) nasceu ali. Parabéns a todos os envolvidos na brilhante escolha de passar FUCKIN´ MARCAS DO DESTINO na Sessão da Tarde, viu? Eu chorava até quando via as chamadas do filme.A propósito, se você for sádico (e todos vocês são se não não estariam no Desfavor) pode ver uma fotinho do verdadeiro Rocky Dennis, que inspirou o filme. Mas tirem as crianças de perto do computador antes, se não seu filho vai crescer tão traumatizado que periga ele acabar escrevendo um blog sobre cu, merda e outros assuntos inconvenientes.

Até hoje me lembro a sensação de acolhimento que senti quando achei a comunidade “Eu tinha medo de Rocky Denis” no Orkut. Claro que durou pouco, assim que mostrei para o Somir ele fez um fake com a cara do Rocky Denis e entrou ali para atormentar quem tinha medo…uma menina da comunidade chegou a dizer que chorou de medo. Enfim, outros filmes desta categoria são “O Homem Elefante”e “Goonies”. Sim, porque teve toda uma geração se cagando de medo do Slot, um monstro que parecia o Amaral. Ah, tinha um horrendo que passava no SBT, chamado “Porque eu?” de uma mulher que sofria um acidente de carro e ficava toda deformada, inclusive sem boca, que o Silvio Santos fazia questão de frisar ser “uma história rewal”. Esta porra também me causou umas taquicardias, mas pelo menos ele teve a decência de passar o filme à noite.

Há filmes onde o “vilão que assusta” é um bicho. Geralmente são bem toscos e não assustam nem criança. Atribuem sentimentos humanos a animais e criam situações que desafiam as leis da natureza. Apesar de que em algumas crianças podem criar uma sugestão traumática, conheço pessoas que ficaram com algum receio do mar depois de ver “Tubarão”. Outros exemplos são “Cujo” (único filme onde eu torci para o cachorro morrer no final), “Os pássaros”, “A sombra e a escuridão”, “O ataque dos vermes malditos” (verme é bicho, certo?) e “A mosca”, “Piranhas”, “Anaconda”, “Pânico no lago”, “Aracnofobia”. Mais comum que causem mal estar quando a pessoa nutria anteriormente alguma repulsa pelo animal em questão.

Em alguns casos o gerador do medo é um boneco. Também é algo muito improvável sentir medo com um boneco, mas por algum motivo insistem nisso. Exemplos clássicos: “O brinquedo assassino”, “Jogos mortais” e há quem diga que “Gremlins” conta como filme de terror. Até onde eu sei ninguém sentiu medo desse filme, o pior que eu já vi foi uma criança aos berros enquanto davam banho no seu Buldogue Francês achando que ele iria se reproduzir. Compreensível.

Temos os clássicos: qualquer Drácula, qualquer Frankenstein, qualquer Múmia, Fantasmas da Ópera, Corcundas de NotreDame, O médico e o monstroe similares. É chato porque não tem o fator surpresa, todo mundo conhece a história e como ela termina, sem contar que são filmes baseados em boas obras literárias, e vocês sabem, o livro é sempre melhor do que o filme. Apesar de que no Brasil quase ninguém lê mesmo, então capaz de nem sentirem esse baque. Vira e mexe fazem umas regravações desses clássicos com uns toques modernosos hediondos. Assusta no sentido do quanto o “cerumano” consegue cagar uma bela obra clássica.

Ah, quase ia esquecendo de outro grande tormento: filmes de terror (voluntários ou não) envolvendo ETs. Difícil para mim julgar, já que me cago de medo de ETs de todas as formas que um ser humano pode se cagar. Então, até a “musiquinha de chamar ETs” do filme “Contatos Imediatos de Terceiro Grau” me causa mal estar.Lembro de ter muito medo de filmes chamados “As vezes eles voltam”, “Intruders” e “Fogo no céu”. Mas quem sou eu, até aquela autópsia fake de um ET passada pelo Fantástico me desestabilizou emocionalmente… E sim, eu senti medo em “Sinais”. E sim, eu me cago de medo mas continuo vendo esse tipo de filme, eu tenho esperança de que vai chegar o dia em que estarei suficientemente calejada e vou parar de sentir medo. A confirmar.

O fato é que aquilo que nos assusta ou nos assustou diz muito sobre nós, afinal nossos medos refletem de alguma forma nossa vulnerabilidade. Fique atento não apenas aos seus medos como também ao medo dos seus desafetos, você não imagina como isso pode ser útil em um embate declarado ou em uma guerra fria. A maior parte das pessoas comete o erro de atacar o desafeto (de forma declarada ou não) tomando por base os SEUS medos pessoais e não os da vítima. Isso é duplamente ruim, pois além de não surtir efeito, se a pessoa for esperta ela depreende que esse é o seu medo e mete o dedo na sua ferida. Saber identificar seus próprios medos e os medos alheios é meio caminho andado para acabar com outra pessoa em caso de guerrinha psicológica.

Não acredito que exista uma pessoa que nunca tenha sentido medo de nenhum filme durante toda a sua vida. Seria pedir demais que vocês contem de quais filmes tinham ou tem medo nos comentários?

Para dizer que não tem medo de nada e com isso mostrar a maior de todas as vulnerabilidades, para dizer que só vai passar nos comentários com a intenção de descobrir os filmes que assustam o Somir ou ainda para se juntar a mim na infância atormentada por “Marcas do Destino”: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

O que você achou?

Loading spinner

Comments (265)

  • Sally, vc viu Não Adormeça? que passava sempre durante as madrugadas?
    Nossa muito medo desse filme.
    E, pior podia ver 500 vezes, que as 500 sentia medo…

    Não sei vc. Mas, morro de medo daquelas esculturas de cera do Madame Tussauds. Me da arrepios me imaginar cara a cara com uma daquelas. Parece uma pessoa morta e super produzida .
    Eu quando criança morria de medo ao passar pelo Playcenter e ver a boneca Eva, o coisa horripilante.

    Ah, creio que mais cagona que eu não existe, temia até as as bonecas da Estrela grandes com cabelos e que falavam.
    Simplesmente não ia a lojas de brinquedos e ficava longe das aniversariantes por medo que ganhassem uma dessas, pode?
    Tinha muito medo do Kiss, muito mesmo gritava quando via.

    Adoro o Advogado do Diabo, acho um classico, muito bom mesmo, q vc acha??
    Agora momento melancolia, senti uma invejinha da Suellen por te conhecer pessoalmente

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Não assisti “não adormeça”, mas confesso que essas bonecas monstruosas com cabelo que falam me causam medo até hoje

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Veja ”não adormeça” é de fato aterrorizante.
        Mas, Sally vc chegou a ver a boneca Eva aquela que a gente entrava dentro e falava com a gente, tenho pesadelos em me lembrar dela…
        Rocky Dennis dava uma gastura mesmo, mas achei um belo filme , ele era forte.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Eu vi a Eva, a boneca mágica que conseguia deitar de barriga para baixo mesmo grávida com um bebê já formado na sua barriga.

          Verei o filme…

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Só por curiosidade existem no Brasil 2 filmes e um livro que receberam o nome de A Coisa, o mais atual de 2011 é uma refilmagem de The Thing no Brasil O enigma de Outro Mundo filme de John Carpenter, que pode ser enquadrado como sobre aliens, o outro filme é um que passava nos anos 80 no SBT titulo original The Stuff sobre um produto tipo iogurte ou sorvete de forma branca e gosmenta que passa a ser vendido no mercado e vicia a população mas começa a controlar as pessoas e devorá-las por dentro, O livro é de Stephen King, no Original It mas recebeu o nome de A Coisa aqui no Brasil fizeram um filme baseado nele que ficou sendo It Uma obra prima do medo.
    Às Vezes Eles Voltam (Sometimes They Come Back) é um filme adaptado de um conto do livro Sombras da Noite de Stephen King, que teve duas sequências e não tem como tema aliens, mas sim morto vivos e demônios.
    Citando a autora do Blog “Tem também o Jason, assassino que usa uma máscara de hóquei, ataca com um facão e para mata-lo precisa de mais regras e burocracia do que para comprar um carro. ” Gostaria de saber qual filme do Jason ela assistiu, pois essa descrição só começa a vigorar apartir do Sexta Feira 13 Parte VI: Jason Vive, quando ele é ressuscitado em seu tumulo por um raio…
    Bela discussão para todos.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • KKKKK Gripe suína!…uma lista de terror que não tem Martyrs nem A Serbian Film ? Tá de brincadeira.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Puta merda, eu morria de medo de Pássaros.

    Hoje eu dou até risada do enredo. A mina vai toda periguete pra cidade de um desconhecido, passa três dias por lá e tudo o que compra é um fuckin PIJAMA.

    Ou seja, três dias inteiros com a mesma calcinha e ninguém faz ideia de por quê os pássaros enlouqueceram.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Ah, lembrei de um dos filmes que mais me deram medo! Se chama Shutter, é um filme asiatico. Nossa, que horror!!
    Filmes de terror asiaticos são otimos também! Eles sabem assustar as pessoas.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Quão ridículo é ficar com um MEDINHO, após ter lido o texto e os comentários relacionados (inclusive pesquisando sobre filmes que não viu)?! Pois é…

    Tem uma gama de filmes que me aterrorizaram quando criança, sendo o primeiro deles E.T. Fiquei apavorada! Não quis ver o filme inteiro e MINHA MÃE ME OBRIGOU. E ainda ficou rindo da reação apavorada da filha… Outro fato ridículo: me desfiz de um teclado por causa da musiquinha de Contatos Imediatos de 3o grau. Tenho um medo IRRACIONAL e PROFUNDO de ETs. Definitivamente, são os que me assustam mais.

    Me conforta saber que mais pessoas se sentem assim. Tem coisa mais irritante do que você ter que EXPLICAR porque tem medo de algo que “não vai acontecer”. Os céticos adoram paunucuzar os medos alheios. FODA-SE que não vai/pode acontecer, eu TENHO MEDO, dá licença?

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Eu morro de medo dessa musiquinha até hoje. Quando namorava com o Somir e levantava no meio da noite para pegar água, o puto esperava que eu chegue no meio do enorme corredor escuro da casa dele que liga o quarto à sala e começava a assoviar essa música! Eu voltava correndo, apavorada!

      O que você achou?

      Loading spinner

  • medo eu tinha era do escuro, absoluto terror da escuridão, por isso mijei na cama até os 10 anos pq as “tias” deixavam as luzes do dormitório apagadas(colégio interno dos infernos!!!) e eu tinha certeza absoluta de que seria abduzido à caminho do banheiro ou de que se conseguisse chegar lá, um ser atrás da porta ia me estripar, de modo que sempre que vejo filmes com ou que me lembram noite escura, uma criança berra no meu peito!! e some-se a isso o fato de que era bullying total eu ser chamado de viadinho porque tinha medo de escuro.
    A Tale of Two Sisters, um filme coreano de 2003, é dos meus favoritos exatamente por não ser tão explícito, mantem a tensão ao longo da história, fugindo do clichê sangue, perseguição, morte! Filmaço!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Sally, já que você adora filmes de ET tem um que eu vi que me causou muito medo. Fiquei alguns dias sem querer ir ao banheiro à noite. Mas mesmo assim não consigo ficar sem assistir. Compre, alugue ou faça o download de “Contatos de 4º grau” com a Milla Jovovich. O filme se diz baseado em uma história real. Vale a pena a conferida!

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Com certeza vou ver, muita gente está recomendando. Só preciso equacionar de não ver sozinha, porque tenho medo de ter uma ziczira de medo e cair dura no chão.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Elvira, a Rainha das Trevas

    Vc jogou o último SH, “Downpour”? O melhor gráfico d todos. Não jogo sozinha e à noite por nada nesse mundo.

    “A Mulher d Preto” vale uns bons sustos. Quando fui ver, achei q a cara de “Harry Potter” do sujeito anularia um pouco do terror,mas saí do filme com um bom medinho.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Jogue o amnesia, the Dark Descent sozinha, e ganhe um prêmio. Pede pro Somir jogar com você, e grave ele gritando. Por favor.

        E contatos de 4º grau foi fantástico, meu medo na alma, até você descobrir um fator importante APÓS ver o filme. Sério, se não viu, veja, e DEPOIS procure a saber sobre o filme. Melhora a experiência. Cagarás de medo.

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Eu sou daquelas garotas que curtem um filme de terror, gostam da adrenalina, suspense e mistério. Por outro lado, odeio muito levar sustos (por isso só assisto com o volume baixíssimo e evito de ir ao cinema ver porque sei que os sustos são inevitáveis).

    Nessa jornada conheci muitos filmes, e posso dizer que os que dão margem ao desconhecido são os que mais me perturbam (filmes que tratam de espíritos ou que dão a idéia disto). Lembro que quando mais nova um filme que me perturbou um tanto foi “A Casa da Colina”. Tem outros no estilo, e hoje em dia esse nem me amedronta tanto mas coisas nessa vibe me perturbam sim.

    Juntamente e paradoxalmente com o relato anterior, filmes que tratam de coisas absolutamente possíveis, onde a história tem muito sentido e etc (basicamente humanos que torturam física e psicologicamente outros humanos) também me aterrorizam. Aliás, esse é um dos que mais me preocupam a longo prazo, pois me fazem ter o mesmo sintoma que o seu: ficar pensando nas possibilidades disso ocorrer realmente. Um que me perturbou demais, e apesar do roteiro do filme ser meio idiota, a ideia central dele me assusta mais que tudo: O Albergue. Eu sinceramente não duvido NEM UM POUCO que exista um comércio baseado na tortura de humanos em algum lugar do mundo. E só de falar disso aqui já sei que ficarei agoniada por vários minutos pensando nisso, até arranjar uma distração pra mente.

    Ah, e também me sinto um tanto perturbada com coisas inanimadas que recebem a vida misteriosamente… Estátuas, pelúcias, brinquedos e afins que possuem características humanoides e até fofas me amedrontam um pouco se eu começo a ter pensamentos paranoicos. Porém costumo ter mais medo dessas coisas na vida real, quando estou sozinha no quarto tentando dormir e olho pra um ursinho de pelúcia, do que quando estou vendo um filme onde o boneco esfaqueia todo mundo (na verdade costumo rir do segundo caso).

    Outra coisa, só pra fechar: cheguei a trabalhar em um locadora há poucos anos atrás (sim, elas estão morrendo mais ainda existem) e foi meio intrigante ver como homens não costumam gostar de terror, enquanto era extremamente fácil ver mulheres fanáticas pelo estilo. Interessante tentar pensar no porquê disso. Será que as mulheres gostam pelo fato de talvez não terem/sentirem a obrigação moral de combater aquelas situações relatadas nos filmes? Tipo, uma mulher no filme de terror pode gritar, chorar e espernear a vontade que não será malhada por isso, mas um homem… E o mesmo ocorre se aquela situação fictícia estivesse ocorrendo de fato. Talvez inconscientemente o homem não curta por não encontrar soluções fáceis para as histórias dos filmes de terror.

    Enfim, só uma introdução do assunto pois o comentário está grande demais…

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Acho que você tem razão, as mulheres podem demonstrar medo em filmes mas alguns homens ficam receosos que isso seja considerado “fraqueza” e por isso preferem nem entrar em contato com esse tipo de filme.

      Sobre empreendimento de tortura humana, aqui no Rio tem uma versão de “O Albergue”: traficantes cariocas

      O que você achou?

      Loading spinner

      • * Momento eu-desfavor: obrigar seu companheiro a ir com vc ao Museu da Tortura em Floripa…

        O que você achou?

        Loading spinner

          • Imagina a gente na praia, numa boa… Ele não curte filme de terror, nem de et, nem jogos sangrentos (só os tipo RPG).

            Rolou um “olha! Deve ser legal…” seguido de um “Mas POR QUE, POR QUE vc quer ir ali?????”. Nesse momento eu já tinha comprado as entradas e estava me cagando de medo na parte das cadeiras de pregos.

            Confesso que a parte do empalamento foi a pior e essas imagens ficaram me paunocuzando o dia todo. Obviamente precisei dividir meus sentimentos com ele, enquanto escutava (de novo) “Mas POR QUE, POR QUE vc quis ir ali?????”.

            O que você achou?

            Loading spinner

        • Já foi no museu do crime que tem no instituto biológico em São Paulo?
          Eu não tenho coragem. Um ex meu estava querendo ir, aí começou a pesquisar e desistiu.

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Vou pesquisar… Tentei entrar no site e ele travou miha internet… será um sinal??? hahaha

            O que você achou?

            Loading spinner

          • Eu fui numa excursão escolar. Aquela salinha do lado do boneco é realmente perturbadora, tem que ter estômago. Lá você encontra de tudo, até fetos humanos abortados.

            O que você achou?

            Loading spinner

      • Imagino que seja algo realmente horrível o tráfico, mas a ideia do tráfico não me aterroriza tanto quanto a ideia de doentes que pagam por uma pessoa viva para torturar aos poucos. O tráfico ainda tem como finalidade outras coisas, e no meio do caminho tortura e mata vários… Mas pensar que existe alguém que compra outra pessoa para poder torturá-la apenas pelo prazer disso…

        Não sei se você chegou a ver “O Albergue”, mas há uma cena terrível onde uma pessoa está olhando para o nada, tremendo muito (provavelmente tendo uma convulsão ou sei lá) e amarrada numa cadeira reclinável com uma perna amputada com a ferida aberta. Ao redor há vários instrumentos, tipo: serra elétrica, facas, brocas e bisturis. Em segundo plano encontra-se um homem numa mesa, comendo tranquilamente, quase como se estivesse em casa assistindo à televisão, um pedaço da carne que acabou de arrancar da pessoa. Simplesmente horrível.

        O que você achou?

        Loading spinner

      • Mas albergue eu não vejo nem que me paguem muito dinheiro. Cenas de dor me causam mal-estar físico, a ponto de me fazerem desmaiar. Um dia eu vomitei, quando me seguraram no sofá pra assistir, só de ouvir os gritos de dor.
        Mas bonecos? Sério? Sério mesmo???

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Não tenho medo dos bonecos e ursinhos em si.

          Mas se eu começo a encarar o ursinho de pelúcia de madrugada, e lembro de algum filme de terror… Certeza que vou ficar grilada, Phillip. :P

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Claude Troisgros de sunga

    Tem um filme sobre um assassino serial chamado Zodíaco. É baseado em um maluco real, mas deve ser meio romanceado. Vocês têm medo de filme sobre malucos reais?

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Palmirinha Onofre - A Receita da Minha Vida

    Eu morria de medo do boneco assassino quando era pirralho. Depois fizeram o flime A Noiva de Chuck foi mó comédia e avacalharam o personagem eu mijava de rir.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Até hoje quando eu vejo alguém falando muito palavrão eu solto um “Lave a boca, Charles”

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Daniela Anquier

    [OFF-TOPIC]
    Hoje eu e meu roommate tivemos uma epifania hoje de que a mulher do meu chefe, a qual é crente, provavelmente acha que sou sapatão.
    Desculpa, mas eu TINHA que dividir isso com vocês. :B

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Daniela Anquier

        Porque faz quase seis meses que trabalho lá e:
        a) ela vive me perguntando doS namoradoS, sendo que nunca tenho nenhum, obviamente, e me diz que na igreja tem uns rapazinhos legais;
        b) ela acha que não me arrumo (o que é bem verdade, meu figurino do dia-a-dia é algo próximo de um foragido da FEBEM), até me deu maquiagens de presente;
        c) hoje ela ficou lendo trechos da Bíblia e falando de Jesus e isso e aquilo, deve achar que sou uma ovelha desgarrada entregue à promiscuidade, HAHAHAHA

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ana Maria Braga

          Talvez ela te ache uma perdida na vida, mas será que te acha lésbica?

          Olha, tem gente que quando nos elogia, temos que nos perguntar qual foi a merda que fizemos. Evangélico te estranhando só pode ser um sinal de que você está no caminho certo!

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Daniela Anquier

            Hahahaha, né? Não que fosse um problema se eu fosse lésbica mesmo, ou que eu deva satisfação da minha vida pessoal pra alguém, mas eu achei engraçado.
            E como que eu vou namorar algum rapazinho da igreja se não dá nem pra ~fornicar~ antes do casamento? :P

            O que você achou?

            Loading spinner

  • Gente, ninguém achou A Fantástica Fábrica de Chocolates terror involuntário não? Eu me pelava de medo daquele maldito Willi Wonka sádico da porra e daquelas coisas horrendas dos Oompa-Loompas, e mesmo vendo o remake com o Jhonny Delicia Depp, já burra velha, ainda senti um certo medinho!

    O que você achou?

    Loading spinner

      • A cena que ele derrete as bonecas (na apresentação da fábrica) e os “castigos” das crianças eram meio assustadores mesmo…

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Acho que os filmes que mais me dão medo são aqueles onde imagino que de alguma forma aquilo possa mesmo acontecer. Esses filmes como O Albergue, Jogos Mortais e qualquer coisa relacionado a médicos (todo mundo me chamou de nojento por eu ter assistido Centopéia Humana mas a curiosidade falou mais alto). Assistir a esses filmes onde me imagino naquele lugar me dão realmente muito medo (não sei dizer se medo seria a palavra certo… mas é um desconforto muito grande. E Sally, podemos assistir algum filme de Et’s juntos? Eu MORRO de medo desses filmes. Aquela cena do filme sinais onde falam do Brasil e a ela congela na imagem do Et me deixou com o coração disparado por um bom tempo. Tem também um outro de ets que não me lembro o nome mas você deve ter assistido (falam que baseado em fatos reais), sobre uma menina que á abduzida e o filme mescla imagens “reais” com outras filmadas… é muito tenso.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Olha, dá até vergonha, mas a primeira vez que senti medo com algo do tipo não foi nem com um filme.
    Eu era bem novo e vi um documentario no discovery channel sobre ET’s, depois disso fiquei dias com medo do escuro. Pra chegar no meu quarto eu acendia todas as luzes dá casa até chegar lá
    Ainda bem que isso não virou uma mania.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Não tem que ter vergonha não! Medo de ET é compreensível e super comum. Dá uma olhada nos comentários, metade das pessoas aqui admitem ter medo de ET!

      O que você achou?

      Loading spinner

  • OFF: Não sei se você ouviu falar da questão envolvendo o Roda Viva com o filhinho de papai metido a articulista, no qual acabaram limando o Lino Bocchini dos entrevistadores na última hora.

    Por incrível que pareça, isso tem tudo a ver com as eleições em São Paulo, sendo que foi a dupla dinâmica Serra-Alckmin que deu a ordem para tirar o cara da lista de entrevistadores convidados.

    O motivo? O cara foi um dos criadores do “FALHA DE SÃO PAULO”, paródia do jornal “Folha de São Paulo”, visto com toda a razão como parcialista e tendencioso, sendo que uma das inspirações foi o artigo que eu tinha criado sobre esse jornalzinho podre.

    Em homenagem a essa grande BOLA FORA, criei esta desnotícia na Desciclopédia e fiz essa montagem.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Essa é universitária que bebe e dirige mas que nesse dia bebeu tanto que nem deu para disfarçar na malandragem. Isso me lembra a certo cara que foi vereador aqui.

        E falando em deseducação universitária, achei que a lei das cotas fosse ruim, mas consegue ser ainda pior que a encomenda.

        Nas faculdades regidas por tal lei, metade das vagas destinadas as cotas serão destinadas pelo critério de cor (negro) ou de etnia (indigena) e a outra metade será destinada aos estudantes (que fizeram integralmente o ensino básico) da rede pública.

        E entre os sob o critério da rede pública, metade delas terão o limitador de renda de 1,5 SM per capita. Coisa linda de se ver, não?

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Depois de ler todos esses comentarios tenho que assistir esses filmes (masoquista feelings), mas meu namorado tem que estar comigo.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Eu tive um namorado que ficava fazendo sons estranhos e mudando a voz depois que assistíamos filmes de terror. Dava vontade de matar…

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ana Maria Braga

          Somir ficava dando sustos durante os momentos tensos do filme. Algumas pessoas pediram para ser escrotas no vale do eco…

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Elvira, a Rainha das Trevas

    Sally, em q categoria entraria “Silent Hill” ? Os jogos, principalmente,são d arrepiar. Vc chegou a ver o filme de terror do Daniel “Harry Potter” Hadcliff (é assim q escreve?), “A Mulher de Preto”?

    Lembro até hj da vez q minha genitora foi levar vitamina de abacate pro meu irmão e o amigo dele tomarem,bem na hora da cena do “jato verde” do “Exorcista”. Voltou intocada.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Eu ME CAGO de medo de SH. Adoro jogar mas PASSO MAL DE MEDO

      O filme acho que mistura sobrenatural com zumbis, até onde eu lembro…

      Não vi “A mulher de preto”, é bom?

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Sallyta, já jogou FATAL FRAME? É nesse estilo, mas com espíritos ao invés de monstros e você tem que matá-los TIRANDO FOTOS com uma câmera fantasmagórica. O que significa que você fica um tempão de frente com a entidade. Dá cada susto… ADORO!

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Olá caros profetas/tiranos/imperadores da República Desfavor. Sou um dos milhares de séquitos que nunca comentam os posts, mas sim, estamos por aqui há um bom tempo. Só vim aqui fazer um pedido, como a Sally faz a coluna que desmente alguns mitos jurídicos vocês poderiam abordar a matéria do CQC desta segunda-feira 20/08/2012 sobre a pedofilia.

    Expor um sujeito que possivelmente faria sexo com uma garota de 14 COM O CONSENTIMENTO DELA não é errado? Como estudante de jornalismo (sim, podem me ofender pela minha graduação, cursei 3 anos de engenharia de computação para adentrar ao mundo dos Egos, enfim, pelo menos o método científico martela em minha mente, não cometerei cagadas perante o campo da ciência) senti que alguns posicionamentos da matéria foram apelativos com a emoção do público e não com o teor informativo (não estou cobrando credibilidade do CQC…)

    Fica a dica.

    Sally, você é mesmo aquela senhorita loira que alguns leitores expuseram nos comentários de algumas postagens? Acho interessante conhecer o seu rosto depois de tanto tempo lendo-te… Imagino o Somir barbudo…

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Já escrevi um Mitos Jurídicos sobre isso, só é estupro se for MENOR de 14 anos! O CQC falou que era estupro? Se falou, falou merda! Dá uma lida nos Mitos Jurídicos antigos, se não me engano está no primeiro.

      Sim, eu sou essa pessoa loira, até que demorou bastante para as fotos vazarem…

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Depois dessa sua foto ter vazado (nunca vou cansar de pedir desculpas, sabe?), apaguei todas as fotos em que você aparecia no meu facebook…principalmente as daquela nossa viagem, lembra? Que vergonha…

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Imagina, Suellen! Não tinha como você saber que isso ia acontecer!

          Além disso, muita gente tinha visto as fotos em comentários meus feitos em outro blog, ou no próprio Sally Surtada. Fica tranquila, até que quatro anos foi bastante tempo conseguindo esconder o rosto!

          O que você achou?

          Loading spinner

        • O problema é ter prejudicado de vez sua privacidade, logo você que me salvou o dia (e a vida!) naquela noite de sábado perdida no Rio e que me ajudou a curar minhas bebedeiras nessa viagem. Era para nós nos divertirmos e você acabou cuidando da minha fossa…Aí eu retribuo dessa forma, te fodendo a vida…Que vergonha, gente…

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Quando eu era criança me kgava de medo do exorcista, depois que me ateizei perdi o medo e passei até a achar engraçado.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Quando eu era criança passou na tv ‘brinquedo assassino’ e eu chorei de tanto medo. Até hoje quando entro numa loja de brinquedo e tem uma estante cheia de bonequinhos eu lembro do filme.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • As meninas não tem medo dos filmes de estupro?

    “A entidade”- filme baseado em fatos reais sobre uma mulher estuprada por um espírito sempre que fica sozinha em casa.

    http://www.youtube.com/watch?v=Sfro7WO8YJg

    “A vingança de Jennifer” – Uma escritora estuprada no meio do mato por 3 capirias. Existem duas versões, a de 1978 e a refilmagem em 2010.

    http://www.youtube.com/watch?v=WA4sN-p9xzg

    http://www.youtube.com/watch?v=pXgs9h5ncDk

    “Straw dogs”- Clássico com 2 versões tbm. O original com Dustin Hoffman ( http://www.youtube.com/watch?v=yXkqGVfm1mo) e a segunda com o Vampiro loiro de True Blood. ( http://www.youtube.com/watch?v=7krZZabaC_U) – Sobre um casal que vai visitar a cidade da menina e ela acaba sendo estuprada pelos seus colegas de infância.

    Os acusados com Jodie Foster, onde ela é estuprada por 3 caras em cima de uma mesa de Spinball dentro de um bar.

    Tem o estupro de “Showgilrs”- Depois de ser estuprada pelo seu ídolo cantor a mulher sai descalça no meio da festa chique em uma mansão com a mão na xoxota e sangue escorrendo pelas coxas.
    Tem “Laranja Mecânica”, onde uma gangue sai por aí assaltando e estuprando.”Saló ou 120 dias de Sodoma” onde 5 homens e 4 mulheres sequestram jovens durante a guerra para abusar deles sexualmente ( Trailler aqui : http://www.youtube.com/watch?v=Pu8XPeFctVg )

    A Charlize Theron sendo estuprada em “moster desejo assassino”.

    Sem falar no clássico e premiadíssimo “Irreversível” com a famosa cena de estupro anal que dura 12 minutos. ( http://www.youtube.com/watch?v=5GvNaIJr8nI)

    Para os meninos não ficarem com ciúmes, tem os filmes com estupros masculinos tbm:

    “Amargo pesadelo”, onde 3 amigos vào fazer um passeio de barco e eles acabaram virando refém dos caipiras e um deles acaba sendo estuprado

    http://www.youtube.com/watch?v=rR84ez1pvvc

    Má educação do Pedro Almodovar , onde um aluno de um colégio católico é estuprado pelo Padre.
    http://www.youtube.com/watch?v=UoRbZ6Pcoww

    E o premiadíssimo “Mysterious Skin” sobre um menino estuprado pelo seu professor de educação física.

    http://www.youtube.com/watch?v=5Lp5v4oQZRw

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Somir ficou puto porque eu postei uma receita de bolo aqui ontem. Ele faz dessas coisas, mas é só não dar bola que daqui a pouco ele se considera vingado e tira.

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Aff… infantilidade do Somir? Denovo? pqp!
        E quanto à receita eu vi, e vou fazer assim que tiver tempo, dado que o estudio e a facu estão me gastando/torrando essa semana hehe… Mas já digo de antemão: pelo conhecimento culinário que tenho,, realmente aquela torta parece ser pesada, BEM PESADA! Onde já se viu 7 ovos e meio quilo de achocolatado? #medo

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Eu tenho medo de filmes com crianças (Case 39, profecia em geral, menininhas em corredores psicológicos sem fim).

    E eu tenho um medo absurdo e descomunal do Freddy Krueger. Até hoje. Eu não posso sequer estar trocando de canais e ver a cara dele por meio segundo, que passo uma semana inteira tendo pesadelos todos os dias.

    Sally, você já viu contatos de 4º grau? É um desses filmes “baseado em história real” com gravações supostamente reais e relatos. É bem impressionante…

    O que você achou?

    Loading spinner

      • SEI que não posso ver esse filme. Não posso me dar ao luxo de fugir pra cama do meu irmão quando algo me dá medo (sim, eu fazia isso quando éramos crianças).

        Outro desfavor foi usarem corujas. Eu AMO corujas.

        O que você achou?

        Loading spinner

                  • Comecei a ver ontem de noite mas logo na primeira cena dos fulanos encapuzados dando as mãos já senti todo um medinho (acho que estava sugestionada) e depois da risada da menina eu fechei. Hoje, corajosa com a luz do dia, eu vi. Nem é tão ruim, tem borboletinha e cenários não tão pesados, mas as partes da máquina fotográfica (todas elas) não são muito agradáveis, mesmo de dia…

                    O que você achou?

                    Loading spinner

                    • Mas é bem menos BIZARRO e MEDONHO que Silent Hill !

                      Detesto aqueles monstros deformados, que gemem, gritam e ainda sangram horrores quando você mata. Com a “câmera obscura”, a expurgação é clean !

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Sim, é menos bizarro. Quando toca aquele alarme do Silent Hill e os lugares viram “do mal” eu já começo a me tremer toda… Uma câmera é melhor do que um pé de cabra!

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • No FATAL FRAME você sabe que tem um “fantasminha” por perto porque a menina fica com frio e o batimento cardíaco acelera (medo). Como o jogo é em primeira pessoa, parece que acontece o mesmo com você em casa. (Sugestionável? Eu?)

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Olha, eu sinto uns frios inexplicáveis que atribuo à minha anemia crônica, então vou entrar perfeitamente no personagem…

                      O que você achou?

                      Loading spinner

  • Certa vez quando era criança,em uma daquelas sessões de filmes que a Globo fazia nos finais de noite,teve uma semana de terror,com filmes bem bestas.Chegou no último dia,escalaram um filme de jovens perdidos no mar e sendo atacados por uma mancha marítima que pegou um por um (e o último ainda teve a proeza de chegar numa praia e ser engolido – a porra da mancha era elástica)…fiquei uns 5 dias com medo do chuveiro.

    Teve um outro filme que um doido varrido ia com um facão num parque e cortava fora a mandíbula das vítimas (coisa que faz “O Albergue” ser filme bobo)

    Fico besta até hoje quando lembro que em casa assistia essas porcarias e a minha mãe deixava sem problemas.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Sabia,mas era uma coisa meio “se der merda,se fode aí”.

        Só que ela não deixava ver os famosos de terror (nada de Jason,Freddy e Alien),mas de resto…

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ana Maria Braga

          Você deveria ser uma criança muito boazinha, porque geralmente quando dá merda quem se fode são os pais, que são acordados no meio da madrugada por uma criança com medo!

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Bonzinho não era muito,mas no caso de filme e novela violenta ela deixava claro que era de mentira.

            Acho até hoje que ela acreditava na educação que dava pra mim e pro meu irmão (ao contrário das minhas tias,que trocavam de canal até com cena de beijo,que dirá filme com um pouco de sangue)

            O que você achou?

            Loading spinner

  • Antes me assustava mais com filmes de terror. Agora curto mais os suspenses ou mesmo extremos.

    Mas na minha o filme mais assustador de todos os tempos desde minha infancia foi “IT”. Aquele do palhaço assassino que se passa em duas gerações.

    Odeio palhaços.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Esse filme traumatizou toda uma geração, conheço muita gente que tem pavor de palhaços e pessoas mascaradas

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Eu me caguei de medo a primeira vez que assisti Hellraiser, e olha que adoro filme de terror…Foda que tá difícil hoje em dia achar um que preste, o último que vi que considero prestar foi Event Horizon(O Enigma do Horizonte), ótimo filme com Sam Neil e Laurence FIshburne(recomendo assistir a noite e sozinha/o no escuro)

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Não vi nenhum dos dois, mas verei!

      obs: Desde ontem fico imaginando você em um shopping como um grande gato andando de forma bípede com um vestidinho, quão doente eu sou?

      O que você achou?

      Loading spinner

      • HAHAHA
        Imagina Free Willy ou um Garfield grande e gordo andando pelo shopping que a imagem fica mais próxima do real(eu sou gordinha mesmo, mas 90% da minha banha é naquele esquema ‘foda-se se não gostou, se quiser me ver magrinha eu mostro uma foto antiga’). Mas gostei, vou de vestidinho agora lol.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ana Maria Braga

          Não adianta, a imagem do gato de vestido andando sobre duas patas não vai sair tão cedo… Eu comentei que o gato está de batom?

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Agora to rindo sozinha e imaginando meu gato andando de vestido e todo ‘montado’ passeando pelo shopping…

            O que você achou?

            Loading spinner

          • Alice Cozinha Maravilhosa da Oféila

            Sally, assista mesmo enigma do horizonte. É muito bom! Sinto tanta falta de filme no estilo dele (mistura de terror com sci-fi)

            O que você achou?

            Loading spinner

            • Ana Maria Braga

              HAHAHAHAHAHA

              Estou amando os novos nomes de vocês… obrigada por não me deixarem passar por essa humilhação sozinha!

              O que você achou?

              Loading spinner

            • Primeira vez que vejo alguém que também viu enigma do horizonte! Infelizmente não foi muito divulgado

              O que você achou?

              Loading spinner

              • Alice Cozinha Maravilhosa da Oféila

                Enigma do horizonte é um filme sem apelo comercial nenhum, né. Por isso que não foi muito divulgado. Infelizmente.

                Já assistiu Pandorum? Tem a mesma vibe do Enigma do Horizonte. Acho que vc poderia gostar.

                O que você achou?

                Loading spinner

  • Louro José de sunga

    Em homenagem à minha espécie, não podemos esquecer o clássico de Hitchcock: “Os Pássaros” (The Birds).

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Eu citei esse filem na postagem, mas não senti medo não… pássaro é uma coisa que se mata fácil, não tem porque ter medo!

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Eu assisti quase todos esses q a Sally citou, eu AMO filme de terror. Uma vez tava passando O exorcismo de Emily Rose de madrugada e eu assisti do mesmo jeito. Na hora que passou na tela que 3 da manhã era a hora do demo, deu 3 da manha no relogio haha. Eu acho q é masoquismo mesmo, pq alguns filmes eu termino de assistir e passo o resto da noite olhando pras janelas, mas eu assisto do mesmo jeito. E quanto a ET’s, eu nem tenho muito medo, mas eu vi o TRAILER de Contatos de 4º Grau, e não consegui dormir imaginando uma coruja branca na janela…

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      É a adrenalina que o medo libera, deve ser isso que atrai a gente, porque eu faço a mesma imbecilidade: sei que vou sentir medo e vejo mesmo assim.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Saindo da linha terror, mas continuando na linha “Filmes que marcaram nossa infância”, tem O Óleo de Lorenzo. ‘Taqueopariu, é muito desesperador. Mesmo assim, assisti umas quatro vezes já. Tenho medo de ter filhos TAMBÉM por causa disso, vai que eu tenho um muito fodido, ou um normal e acima da média.
    Voltando à linha terror involuntário, tem o livro Quando os Adams Saíram de Férias. É veeelho, li na escola e só achei no sebo pra comprar (comprei e ainda não tive coragem de ler de novo). Conta a história de uma babá (uma jovem) que é contratada pra cuidar de umas crianças, os amigos delas se juntam (crianças e adolescentes) e começam a “brincar” de torturá-la. Eu não sou muito impressionável, mas vejam que ainda não consegui ler esse livro de novo, porque é TEMÇO.
    Eu tinha uma boneca dessas: http://bimg2.mlstatic.com/boneca-antiga-brilha-no-escuro_MLB-F-215800536_8025.jpg Ela brilha no escuro, a cabeça e as mãos. Eu não tinha medo, mas a minha tata (babá/empregada) tinha PAVOR, minha mãe tinha que cobri-la pra ela dormir no quarto comigo, hahaha!

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Óleo de Lorenzo é um filmão, mas realmente dá medo quando a gente pensa no tanto de coisas que podem dar errado ao se ter um filho.

      Sua babá achava que a boneca era coisa do demo?

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Olha, eu realmente não me lembro, mas devia ser meio assustador acordar com uma entidade brilhando no meio da noite.
        Eu não era medrosa, nem do Fofão eu tinha medo, hahaha!

        O que você achou?

        Loading spinner

          • Eu também tinha medo do Ney Matogrosso! Achava ele meio na vibe “o doido do bairro”, aquele que a mãe mandava a gente passar bem longe, atravessar a rua, etc. O pior filme na minha opinião sempre foi o exorcista e eu nunca tinha visto nem dois minutos dele, só os anúncios na tv, até o dia que fui ver no cinema e achei grandes bostas se comparado a brinquedo assassino, desse sim, eu me roía de medo.

            O que você achou?

            Loading spinner

            • Ana Maria Braga

              Ney Matogrosso era uma figura assustadora para uma criança! Aquela coisa toda maquiada gritando…

              De qual dos filmes do Exorcista você está falando? Porque o primeiro é muito bom e o resto é uma merda sem fim…

              O que você achou?

              Loading spinner

              • Lilith Dona Benta Coma Bem

                Engraçado que nunca achei o NEy MAtogrosso assustador quando era criança! Mas eu era uma criança esquisita

                O que você achou?

                Loading spinner

                • Ana Maria Braga

                  Lilith, você chegou a pegar aquela fase dele onde ele se contorcia e rebolava todo maquiado?

                  O que você achou?

                  Loading spinner

                    • Ana Maria Braga

                      Você conseguia ter a noção de que ele era um ser humano? Quando eu era pequena achava que ele era algo sobrenatural

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Lilith Dona Benta

                      Tinha sim, como eu desde
                      criança tive aulas de música, eu tinha mta curiosiade de observar como os diversos artistas se apresentavam no pallco, mas anyway, eu sempre fui uma criança meio estranha

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Ana Maria Braga

                      Eu também tinha medo dos sujeitos maquiados da banda Kiss, você gostava deles?

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Lilith Dona Benta

                      Adoro aquela fase antiga e maquiada do Kiss!! Aliás a lenda urbana é de que o Kiss chupou a ideia de usar maquiagem do Secos e Molhados

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Duvido que isso seja verdade! Na época não havia internet, NAONDE que o Ney chegaria como uma referência positiva para eles???

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Não sei se é verdade ou não, mas é o que diz a lenda, que de alguma forma tiveram acesso a um show e dali tiraram a idéia de usar maquiagem.
                      No fundo eu duvido, mas gosto de fazer de conta que é verdade, hehe

                      O que você achou?

                      Loading spinner

  • Somir, se queria trollar, que trollasse direito. Ana Maria Brega é sem graça demais. Se colocasse “Mulherzinhas” e a imagem da “Mamma Bruschetta” seria mais engraçado.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Vai ver, essa trollagem é porque Somir acha que você está com um programa mais voltado pra “classe A” e “classe B”, ainda que dentro de uma emissora “aberta”.

        Sinal que o Somir te respeita e te acha “de elite”… Tsc, tsc!

        O que você achou?

        Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Larissa, deu-se o seguinte:

      – Uma leitora comentou que estava em Salvador
      – Eu comentei de volta que ela experimente uma determinada torta que só vendem por lá
      – Ela experimentou e adorou
      – Eu me ofereci para passar a receita da torta para ela por e-mail
      – Mais gente pediu a receita da torta
      – No final do dia tinha mais de cem e-mails pedindo a receita
      – Achei mais lógico postar aqui a tal receita, como bônus, sem substituir a postagem do dia
      – Somir viu e ficou nervosinho

      Ignore, se não der ibope ele não leva isso adiante

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Todos os da série de “Atividade Paranormal” quase me renderam um ataque cardíaco. Quando fui assistir no cinema eu praticamente subi na cadeira e fiquei encolhida em posição fetal de tanto medo daquela porra. Agora tem um filme que é muuuuuuito antigo e era clássico da Sessão da Tarde também que chama “A Fortaleza”. Eu sempre falo desse filme pros meus amigos mas quase nunca encontro alguém que lembre dele. Eu cagava de medo e creio que até hoje se assistir eu ainda cago! É um filme que tem umas crianças na escola com a professora e tal e aí aparece uma gang de homens com máscaras (tem de papai noel, gato, pato…coisas assim se não me engano) e sequestram a professora e os alunos. Eu ODEIO máscaras ou qualquer coisa que cubra o rosto (tipo maquiagem em palhaço, palhaços não são de deus) e esse filme me traumatizou pra sempre! Nesse link fala sobre ele, acho que algumas pessoas vão lembrar http://www.cinepipocacult.com.br/2010/09/fortaleza.html.
    Mas tem uma coisa que é o maior trauma da minha vida, que se eu ver eu sento e choro mais que uma criança. Uma coisa que me petrifica de medo: o Cadeirudo (da novela A Idomada). Só de fala sobre ele eu já fico gelada. Não consigo ver UMA CENA com ele andando daquele jeito bizarro. Uma vez uma amiga descobriu que tenho pavor dele e imitou o jeito de andar…comecei a chorar que nem uma louca no meio da faculdade. Tenho problemas.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Eu lembro das máscaras, tinha uma de Papai Noel que era especialmente bizarra!

      Você consegue identificar porque o Cadeirudo e seu andar te provocam essa reação?

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Olha, Sally, não sei…não tenho problemas com bengalas, pessoas mancando, deformidades, nada disso. Mas o BENDITO do cadeirudo andando daquele jeito me paralisa de tanto medo…não preciso nem ver, só de lembrar, falar sobre ele ou alguém imitar eu já choro. Acho que pode ser por me remeter a uma figura humana misturada com algo não-humano (o jeito de andar lembra de um animal, algo assim, não sei) … se bem que se fosse assim centauros me dariam medo. Ouuu pode ser por estar associado a uma dupla personalidade..dupla personalidade me dá um medo do caralho. Esse meu medo do Cadeirudo é o maior mistério que tem na minha vida…. não sei o porquê, sei que me apavora.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ana Maria Braga

          Pode ser esse troço da dupla personalidade sim. Essa coisa de existir maldade oculta e imperceptível em pessoas conhecidas assusta mesmo…

          O que você achou?

          Loading spinner

    • Eu lembro desse filme, mas não lembro com medo, lembro com uma espécie de afeto, tipo o que a maioria das pessoas (da minha idade pelo menos) sente pelos Goonies.
      Achei muito legal, uma super aventura, a cena em que atravessam o lago eu achei sensacional, ficava me imaginando tentando fazer o mesmo (detalhe que eu não sabia nadar, muito recentemente aprendi a não me afogar numa piscina cuja profundidade exceda minha altura).
      Faz um tempo tentei ver no youtube, mas só tem o começo :(
      Eu vi no sbt, não na globo. Deve ter sido 1996.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Eu definitivamente não sou fã de filmes de terror, tanto que os únicos filmes citados no post que eu já vi foram Cloverfield, Eu Sou a Lenda e Todo Mundo em Pânico (que nem terror direito são, principalmente o último). Nesses filmes, a única parte que me assustou foi uma cena no final de Cloverfield que me fez literalmente pular do sofá: http://www.youtube.com/watch?v=Rt_IW62bQOc

    Mas um bicho que eu lembro que me deu um puta medo quando eu era pequeno foi esse:
    http://images.wikia.com/disney/images/8/8c/Babyface.jpg
    Eu tive vários pesadelos com esse troço na época e fico imaginando se isso foi o que desencadeou minha aracnofobia…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Putz, o meu é ridículo. Tinha medo de “Dança dos Vampiros”, um filme bem tosco mas que me fez passar perrengue quando era muleque. Em meu favor posso dizer que o fime é do Roman Polanski.

    Agora algo muito louco mesmo é ter medo de livros. Li vários livros de terror – Horror em Amityville, Cristine, O Iluminado, a Profecia, o Exorcista e outros. Havia momentos que o medo era tanto que eu tinha que fechar o livro pra me acalmar. Então ficava olhando para o livro e pensando no absurdo que era ter medo de folhas de papel com tinta. Mas o medo era muito real.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Eu também me caguei de medo lendo O Iluminado e O Exorcista e fazia a mesma coisa: fechava o livro, hiperventilava por alguns minutos e masoquistamente continuava lendo!

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Achei que só eu agia assim….Horror em Amityville não tive medo do filme mas do livro sim, e muita. E já li umas 4 vezes…acho que quando a vida está muito monótona e que vai ser mais interessante passar a noite em claro pensando se o barulho é meu medo ou se tem uma “Jody” aqui, sendo que a ultima foi numa viagem ao Texas…foram 2 semanas dormindo só de dia e correndo para o quarto do meu irmão de madrugada a cada rangido da casa, fora que de noite eu nem olhava para as casas vizinhas pq tinha certeza que veria aqueles olhinhos vermelhos nas janelas e as pegadas de porco

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Somir acabou com o layout do blog…fala sério =(

    O Exorcismo de Emily Rose me assustou pacas. Ainda mais porque o assisti na companhia de uma tia que posava comigo para que eu não ficasse sozinha em casa, e na metade do filme ela virou e disse “exatamente as coisas que acontecem comigo”, FDP! Eu tentei deixar o filme pra outro dia mas não teve jeito, a tortura continuou e ainda tive que dormir no quarto com ela, quase morri.
    Ps.: na época eu ainda estava formando minha opinião sobre ateísmo, ou seja, eu não conseguia dizer, isso não existe, ponto final. =(
    E Anaconda quase me mata do coração SEMPRE. Morro de medo de cobras.
    Tenho uma prima que quando ia posar na minha casa exigia que eu tirasse a boneca bolachinha do quarto, pq achava parecida com a noiva do Chucky. Não tinha absolutamente nenhuma semelhança. Mas neh, dei a boneca!
    E, por fim, Sally esse Rock Dennis parece o Fofão! =O

    Hey Sally/Somir, se tiver ido duas vezes o comentário, soooorry!

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Vou te falar que ateísmo não te protege de sentir medo em filmes, se você se entrega ao filme e se coloca no lugar da personagem, você vivencia aquilo de qualquer jeito!

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Discordo. Em algumas situações, por você pensar isso não existe, não dá medo. Hoje eu posso ver filmes como o exorcista sem sentir medo. Já os filmes de ETs pode ter a maior certeza do mundo que irei dormir com luzes acesas, isso se eu não puder ficar acordada e esperar o dia clarear para dormir ='(

        O que você achou?

        Loading spinner

          • Carol Souza Palmirinha

            É bizarro discutir assim mesmo… No meu caso, os piores são os filmes “possíveis”. Quando o filme é de uma entidade, em um lugar específico, beleza… tomo susto, mas saio bem. Quando a porra do filme é sobre dupla personalidade, sobre alguém próximo que é um monstro e qualquer filme de ET me fazem permitir a entrada dos cachorros no quarto… Odeio Sinais. Assisti 3 vezes.

            O que você achou?

            Loading spinner

              • ” Taí algo que nunca pensei… cachorros contra ETs!
                *indo comprar um Dogue Alemão ”

                Sallyta, no filme SINAIS o cachorro da família protagonista SURTA apavorado e tenta atacar a filha menor. Talvez não seja uma boa idéia comprar um tão grande…

                O que você achou?

                Loading spinner

                • O que pode ser grande o bastante para me defender de um ET mas pequeno o bastante para que eu possa cobrir de porrada caso se volte contra mim? Um beagle?

                  O que você achou?

                  Loading spinner

                    • Tenho quase certeza que um Pastor Alemão me enfia a porrada com facilidade. Vira-lata eu não gosto porque são todos feios e mal proporcionados, já reparou? Geralmente eles tem uma cabecinha pequena e um corpo enorme, como se fosse um Beetlejuice canino!

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Hahahahahaha

                      Tem uns proporcionais, já vi em vários lugares. Até na rua.
                      Geralmente são dóceis.

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Você nunca sabe o tamanho que vão ficar, nunca sabe o temperamento que vão ter… não gosto de surpresa! Cachorro para mim só de raça e de canil de confiança. Acho lindo quem adota esses aleijões e tal, mas não, obrigada. Não consigo viver com um bicho horrendo dentro de casa, eu sou fútil, eu preciso de beleza e simetria a minha volta.

                      O que você achou?

                      Loading spinner

      • Também discordo, Sally. Eu consigo dar risada de O exorcista justamente porque não tenho qualquer crença de que exista um demônio. Todos os filmes de exorcismo me provocam a mesma reação: nenhuma. (Alguma pena de quem acredita nisso, somente…)

        O que você achou?

        Loading spinner

  • De todos os filmes citados se eu assisti meia duzia foi muito! sou MUITO medrosa. Quando adolescente era mais atrevida e ia direto ao cinema assistir os filmes de terror da época, assisti todos aqueles envolvendo estradas (estilo “olhos famintos”), nessa época teve também “O Chamado”. Depois fiquei mais velha e mais medrosa, nem Hanibal eu assisti inteiro.

    Da sessão da tarde eu fiquei horrorizada com um filme de um motoqueiro que sofria um acidente e ficava com o corpo em chamas. Depois ele aparecia todo enfaixado e meio deformado. Mas a cena das chamas foi mesmo inesquecível.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • A idéia do incontrolável, de ter uma ameaça que foge das minhas possibilidades de controlar ou impedir.
        Incrível nossa capacidade de entrar na pele do outro quando o assunto é medo.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ana Maria Braga

          Sim, uma ameaça que não se sabe de onde vem nem quando vem, que não podemos controlar. Vibe ET

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Bem mais legal este layout. Mais ‘cleans’, bonito, sei lá.

    O texto leio depois, ainda estou maravilhado com o novo layoput e organização dos links.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Ana Maria Braga é tão last century.
    Colocasse a Nigella, é a glutona mais legal do mundo. Ou a Rita Lobo, que é phyna.
    Homem adora reclamar do que eles chamam de frescuras culinárias, mas comer pão com ovo todo dia ninguém quer.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      UMA VEZ. UMA VEZ EM QUATRO ANOS que eu faço uma postagem excepcional, bônus, sobre uma receita que eu queria dividir com vocês. UMA ÚNICA VEZ e ele faz isso!

      Se eu fosse tão rigorosa com os “erros” dele como ele é com os meus…

      O que você achou?

      Loading spinner

        • Aparecer aqui para postar ele não teve tempo nesta semana, mas para cagar todo o layout do blog o fdp tem tempo de sobra! É o mesmo princípio de usar adoçante porque mexer uma xícara com uma colher “dá muito trabalho”

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Somir adora fazer gracinha!

    Tive a mesma sensação quando encontrei no Orkut “Tenho medo do Carlinhos Beauty” quem é de Bsb sabe. Era o coiffer da esposa do FHC, uma lenda em Bsb.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Somir é bastante errado para se dar ao luxo de ter esse tipo de reação por um suposto “erro” meu…

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Nossa, Sally, adoro que vc cague de medo de ETs igual a mim. Ninguém nunca compreendeu o medo que eu tenho de ETs. E vc lembra que no início dos anos 90 teve uma histeria com ETs? Tinha uma porrada de filme sobre o assunto e foi até matéria do globo repórter. Eu assistia tudo e depois ficava morrendo de medo, sem conseguir dormir.

    E eu sempre adorei filmes de terror tb. Inclusive quando eu era criança tinha uns adultos que ficavam perturbados quando me viam na sessão de filme de terror. Meus pais não deixavam eu locar, mas eu ficava fascinada com a capa dos filmes.

    Os filmes que mais me assustaram quando eu era uma infante foram hellraiser, it e flatliners. Hellraiser hj mora no meu coração, mas eu não tive a mesma curiosidade de re-assistir It e flatliners (e olha que flatliners nem é terror e ainda tem o lindo do kiefer sutherland).

    Ah, eu lembro que li que vc gostou do atividade paranormal 1. Assista os outros da série tb. Na minha opinião, o terceiro é o mais amendrontador.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Filmes com fantasmas, espiritos e essas coisas me assustam pra cacete!!
    Não sei porque, mas eu sempre tive muito medo dessas coisas, deve ser porque minha vo contava historias de fantasmas desde que eu era pequena.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Com certeza. Na minha casa morar alguns espíritos bem legais. E na dos meus pais tem um fantasminha chamado Pluft.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ana Maria Braga

          Mas quem disse que os responsáveis por algo que não sabemos explicar são necessariamente fantasmas?

          O que você achou?

          Loading spinner

      • Sally, minha vo, minha mãe e algumas tias sempre, seeeempre viram coisas assim. Parece coisa de louco, na minha familia muitos têm esse “talento”. E sabe, nenhum deles têm razões para mentir. Eu choro o de lembrar as coisas que elas me contavam.
        Deve ser por isso que eu fico mais impressionada com esse tipo de filme, porque de alguma maneira, eu sei que pode ser verdade.

        O que você achou?

        Loading spinner

  • PUTAQUEPARIU! Vai dar susto na mãe, Somir! Quase tive um ataque cardiaco! “MEODEOS, o que aconteceu com o Desfavor????!!!!”
    Ufa! Agora vou ler o texto tranquilamento com esse layout horrivel!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Não gosto de filme de terror, então não me lembro de nenhum assim que tenha me assustado. Assisti “A Bruxa de Blair” e fiquei irritada com o final. Esse “Por que eu?” nunca assisti, mas o que tu descreveu parece a história da Jacqueline Saburido (o acidente com ela aconteceu BEM depois do filme).
    Meu segmento de terror preferido é A Casa da Árvore dos Horrores, hahaha!

    p.s.: era de se esperar que o Somir fizesse alguma gracinha. Legal que pra ISSO ele tem tempo, né?

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Jaqueline Saburido é mais recente e o estrago dela foi bem maior do que o do filme “Porque Eu?”, que é bem antigo (a vítima se chamava Leola Mae Harmon, ela até escreveu um livro que deu origem ao filme). Mas Jaqueline Saburido é pior que muito filme de terror, não sei porque ficar viva naquele estado, só se for para fazer campanha de trânsito mesmo!

      Para quem não está entendendo, digita JAQUELINE SABURIDO no Google imagens

      O que você achou?

      Loading spinner

      • É, não sei se é escroto falar isso, mas se fosse pra ficar viva daquele jeito, eu preferia morrer.
        Não sei se tu viu, mas no Youtube tem uma entrevista dela na Oprah (tem legendada), levaram a mãe do piá também e blás. Mas OLHA, se fosse comigo ia fazer um puta de um terrorismo psicológico, que mané perdoar o quê.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ana Maria Braga

          Imagino que sejam necessárias legendas inclusive em inglês, porque com aquela boquinha de cu de galinha que ela ficou… Vou tentar assistir

          O que você achou?

          Loading spinner

              • Gente, eu lembro de receber há muitos anos atrás um e-mail com a história e imagens dessa moça e me deu um mal-estar que durou DIAS!

                Fiquei impressionada com a história dela: um misto de horror, medo, tristeza, pena… Até hoje, quando vejo fotos dela, fico sensibilizada.

                E, sim, eu vi o vídeo, agora. Não resisti.

                O que você achou?

                Loading spinner

                • Chega a um ponto que me dá até certa raiva, sabe? Fico pensando que para uma pessoa CONSEGUIR tocar a vida nesse estado, em algum nível ela GOSTA daquilo ou tira um proveito ou um ganho secundário, sei lá. Porque no conceito médio de normalidade, você não consegue viver nesse estado. Vai se foder, falando em perdão, em planos para o futuro… sei lá, eu desconfio de gente assim. Tem algum ganho secundário forte aí que a faz ostentar tudo que aconteceu com ela.

                  O que você achou?

                  Loading spinner

      • Nossa, a mulher ficou parecendo um ET! Acho que eu ia preferir morrer também.Eu vi o video que citaram aí embaixo, sério, como ela pode achar que terá algum filho um dia? É muita força de vontade sair por aí assim, sabendo que todos comentarão.

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Eu cago de medo da maioria dos filmes de terror, principalmente os com crianças (quem ja viu case 39?) e com bonecos (dead silence, com bonecos de ventriloquo, criou em mim uma fobia que dura até hoje). Tambem morro de medo quando tocam aquelas musiquinhas de caixa de joias, sempre dá merda e eu nunca mais consegui ter uma dessas no quarto porque sempre me imagino acordando a noite com a porra da musica tocando (gente maluca é assim), e tambem tenho medo do filme comandos em ação, desde criança achava que os brinquedos iam me matar de noite (cresci num lar cristão ouvindo as historias do boneco do fofão com faca dentro e barbie que beliscava a criança a noite, acabou comigo)

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Ana Maria Braga

      Bianca, sou solidária a quase todos os seus medos mas… COMANDOS EM AÇÃO? Eles são tão pequenininhos! Mesmo que eles tentassem te atacar você poderia esmagá-los com o dedão!

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Ah, mas não era medo daqueles bonecos em si, mas da possibilidade de uma porra aleatoria dessas tomar vida e tentar te matar no meio da noite (HAHAHAHA pq ISSO é super possivel né)

        O que você achou?

        Loading spinner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: