Bons tempos quando a Netflix tinha tudo. Sally e Somir concordam que não anda mais valendo a pena investir na pioneira, mas discordam sobre qual é a melhor plataforma de conteúdo da atualidade. Os impopulares nos acusam de fazer propaganda.

Tema de hoje: qual é o melhor serviço de streaming da atualidade?

SOMIR

Hoje em dia, meu preferido é a HBO Max. Ganhou apertada da Prime da Amazon, mas ganhou. A questão era sobre o serviço de streaming, se fosse no geral, a opção da Amazon é melhor porque vem com um monte de coisa junto, mas conteúdo por conteúdo eu acho que a Max tem mais coisa interessante.

E olha que a Prime tem The Boys e tinha The Expanse, minhas duas séries preferidas dos últimos anos. Mas a Amazon é uma empresa que faz conteúdo ao mesmo tempo que mantém um império de venda online, a HBO só faz conteúdo. Se você for pensar na melhor possibilidade de encontrar séries e filmes de qualidade, é melhor estar no time de quem é especialista nisso.

Aqui entra uma questão que pode ser mais pessoal: eu não ligo para conteúdo antigo. Não me interessa ver de novo uma série ou um filme que eu já vi. Tem gente que gosta mais de rever, mas eu não sou uma delas. Vi, tirei meu entretenimento dali, já quero ver uma coisa diferente. Eu gostava muito da Netflix por causa do conteúdo original dela, não por causa dos filmes e séries que eu já conhecia. A Prime me conquistou com alguns conteúdos originais, mas no saldo final, é difícil bater a HBO Max.

Eu sei que a HBO Max vai ter coisa nova o tempo todo, porque eles têm que manter uns 5 canais de TV rodando ao mesmo tempo. E como meu dinheiro não dá em árvore, nem a pau que eu assino HBO na TV por assinatura: imagine só ver as coisas na hora que a TV passa ao invés de ver na hora que você quer? A partir do momento que você não depende mais da TV para ver seus conteúdos, não dá para voltar atrás.

Sim, eu sei que todo streaming faz isso, mas eu estou colocando o bônus de ter isso com o conteúdo da HBO (e em menor importância, o da Warner), conteúdo que custa muito caro da TV, mas que sempre foi baseado em altíssima qualidade. As séries da HBO são um ou dois níveis acima de qualquer outro canal, porque eles inventaram a série com qualidade de filme. Em nível de qualidade, é todo mundo correndo atrás da HBO.

E você pode ter confiança que eles vão continuar mantendo esse nível alto, porque o modelo de negócios deles é baseado nisso. Netflix, Amazon, Disney e afins ganham dinheiro com volume, a HBO com qualidade. Não custa nada pra Disney fazer mil séries merda se isso der mais dinheiro que fazer uma boa, afinal, não é a marca da Disney fazer séries boas e diferentes do padrão. Pra eles, basta que entre mais dinheiro que saia e a marca está fazendo tudo certo.

A Netflix é um exemplo disso: eles começaram focando em grande qualidade nas suas séries, eu vi a maioria das séries bacanas que eles usaram para estabelecer sua imagem. Os números subiram, eles não tinham compromisso nenhum com conteúdo de alto nível, então começaram a fazer conteúdo no atacado para ver alguma coisa colava. Junte a isso a lacração sem fim que contaminou a empresa e temos conteúdo cada vez pior para quem ainda está com eles. Eu não estou mais. Nem lacrador tem paciência para as porcarias que eles estão lançando, tanto que estão sangrando assinantes e dinheiro sem parar.

E tem mais um ponto: a HBO Max (e em menor grau a Amazon Prime) não estão muito focados no público infanto-juvenil. Não é papo de velho, é uma realização: gente mais nova ainda não enjoou das coisas que a gente já enjoou. Eu me aposentei dos filmes da Marvel no último Vingadores, feliz com a viagem até ali. Eu sei que vai ser mais do mesmo a partir de agora, porque está chegando uma nova geração que ainda não está de saco cheio da jornada do herói clássica com piadinhas. Deixa eles curtirem os mesmos filmes e séries que eu já não aguento mais, é o ciclo da vida.

Mas eu já cansei. E a HBO Max parece ser o serviço de streaming com mais consciência do nicho de pessoas acima dos 15 anos de idade. As séries deles costumam ser proibidas para menores, até mesmo as de heróis. O Pacificador, por exemplo, só perde por pouco para The Boys como a melhor série de super-heróis para quem está de saco cheio de super-heróis. Eu não sei se a Amazon vai continuar arriscando com essas coisas, mas eu sei que a HBO/Warner vai. Eles têm a licença da DC e liberdade de pegar mais pesado.

Minha escolha na vida é ficar longe de crianças e adolescentes, por isso eu prefiro que meu streaming não se preocupe com esse público também. É por isso que eu nem considero a Disney+ como uma opção. A Disney vai continuar focada em controlar o mercado infanto-juvenil, porque é isso que sua marca faz. Tudo neles tende ao seguro, ao politicamente correto. Logo logo vão começar a lacrar sem parar porque acham que o público jovem reage a isso. Aí, vai ser a mesma torrente de “super-heróis trans” que a Netflix começou a fazer. Obrigado, mas não.

E tem mais: a parte de esportes. Conhecendo o brasileiro médio (e nesse aspecto eu sou brasileiro médio) a HBO Max comprou a Champions League, que é basicamente o único torneio de futebol “imperdível” do mundo. Os outros são bem mais perdíveis, e mesmo assim, a TV por assinatura dá conta disso fácil fácil. O conteúdo esportivo da Disney (Star+) é o conteúdo da ESPN, e quem gosta de esporte já assina esses canais mesmo.

E por último, um aspecto pessoal mesmo: não quero dar dinheiro pra Disney. Está na hora deles começarem a apanhar um pouco, vai ser um saco se eles se tornarem donos de tudo. Sim, está lá no final da lista de prioridades, mas todo dia que você não deu dinheiro para a Disney é um bom dia. E eu gosto de ter bons dias.

Para dizer que o melhor é qualquer programa de torrent, para dizer que só assiste no celular e qualquer coisa serve, ou mesmo para dizer que adoraria ter tempo para isso: somir@desfavor.com

SALLY

Qual é o melhor streaming do momento?

Muitos podem discordar de mim, já que meu gosto é meio… peculiar, mas no momento a melhor relação custo-benefício é o Disney+. Não, eu não sou adepta de desenho animado, vou explicar meu ponto.

Para começo de conversa, assinando o Dinsey + você ganha o Star +, que é uma versão adulta do Disney +. Não, não é pornô, é conteúdo adulto mesmo.

O Star+ tem séries famosas como Greys Anatomy, Modern Family, The Office, How I Met Your Mother, Lost, Arquivo X e muitos outros clássicos. Tem também uma enorme variedade de filmes. Se você, assim como eu, não está em busca de nada muito cult nem alternativo, quer uma boa e velha diversão mainstream para o cérebro respirar entre uma correria e outra, o Star + vai te atender muito bem.

E, ao contrário do que muitos pensam, o próprio Disney + tem seus atrativos. Boa parte da programação não é de desenhos ou programas infantis, são programas para adulto mesmo. Tem excelentes documentários, como Cosmos (para quem ama ciência e astronomia), muitos documentários e programas sobre animais, sobre o funcionamento da mente humana, sobre história, tecnologia, esportes, culinária e até alienígenas.

Tem também um vasto catálogo daquela programação em tese infantil, mas que um adulto de bem com a vida é capaz de apreciar, como Família Dinossauro, Simpsons e Family Guy, entre outros. Fora, é claro, aquela infinidade de desenhos clássicos da Disney que muita gente gosta.

No geral, o que vejo nos outros streamings é o entretenimento como prioridade. Trocentos filmes bosta para encher catálogo enquanto o streaming e si deixa muito a desejar. No HBO as legendas sempre são um desastre, seja por uma tradução literal e errada, seja pela sincronização errada. O Amazon Prime tem a interface de um jogo de Atari e um catálogo cada vez pior (não vejam Moonfall, não façam isso com vocês mesmos!). A Netflix… bem, a Netflix, acho que não preciso dizer nada além de que é uma questão de tempo para que essa porcaria vá à falência se não repensarem o rumo que estão tomando.

A impressão que tenho, e me corrijam se eu estiver errada pois o catálogo varia de país para país, é que a Disney+/Star+ tem mais preocupação com cultura, informação e ciência e menos em fabricar entretenimento. Uma vez vi uma entrevista com um dos chefões e ele disse que a Disney tem tanto entretenimento produzido ao longo de décadas, que pode se dar ao luxo de investir com força nas outras áreas. Faz sentido. São décadas de entretenimento acumulado, o catálogo já estava recheado na data do nascimento desse streaming. Por isso investiram tanto em outros setores.

O fato de ter um catálogo pronto traz outra vantagem: todos aqueles filmes da sua infância estão lá. Não sei quando foi a sua infância, mas vou citar alguns da minha: Caça-Fantasmas, Querida Encolhi as Crianças, Top Gun, Caravana da Coragem, Splash, Uma Dupla Quase Perfeita e muitos outros. Dá para fazer uma bela sessão nostalgia em um domingo chuvoso.

E, não pense que por ser Disney é tudo fofinho e politicamente correto. Tem coisas bem incorretas ali, por exemplo, o seriado Scrubs (meu favorito da vida) onde, sem exagero, em todo episódio tem cenas que hoje seriam facilmente classificadas como abuso, homofobia, capacitismo, racismo, machismo e muitos outros “ismos”.

Tem de tudo no catálogo: terror, violência, tiro porrada e bomba, romance e muito mais. E, não custa lembrar, tem um vasto conteúdo nerd: de séries, filmes e desenhos. Não é minha praia, então não vou saber enumerar as melhores referências, mas sei que tem Marvel (Vingadores e outros), tem Homem Aranha, Homem de Ferro e outros Homens no estilo. Tem Star Wars, Guardiões da Galáxia, Thor, Quarteto Fantástico e muito mais.

A grande força do Disney+ é também sua maior fraqueza na hora de vender: o peso do nome. Muita gente acha que vai assinar e só vai ter desenho ou aqueles filmes românticos bobos. Não, faz muito tempo que a Disney virou uma mega indústria do entretenimento e produz de tudo – e o que ela não produz, ela compra, pois é uma das empresas mais bem sucedidas do mundo.

Faz quase uma década que todo mundo sabe que streaming é o futuro do entretenimento, é óbvio que uma das maiores empresas de entretenimento do mundo ia se adaptar muito bem a isso. Pode confiar, serão seus 30 reais mais bem gastos do mês (não paga nem uma entrada de cinema e leva para a sua casa um catalogo monstruoso de filmes, séries e documentários).

E, sempre bom lembrar, este texto (ou qualquer outro) não é publi, não recebemos um centavo (nem mesmo uma assinatura de graça!) para escrevê-lo, pois, como todo leitor antigo sabe, o Desfavor não trabalha com qualquer patrocínio, permuta ou qualquer tipo de remuneração direta ou indireta, pois entendemos que isso interfere na nossa imparcialidade e na proposta do blog. Ainda bem, né? Se não estaríamos falando bem da bosta da Netflix…

Vai em quem sabe, vai em quem é referência em entretenimento, vai em quem tem uma fortuna para investir e fazer uma boa programação. Disney não é só desenho ou filme bobinho. Um último plus que para muitos pode ser o determinante: Star+ transmite jogos de diversos esportes, inclusive jogos de futebol. Não sei exatamente quais são transmitidos no Brasil, mas sei que passa a Libertadores.

O preço é o mesmo da HBO (na versão “multitelas”, pois eu acredito que ninguém assine streaming para ver só no celular), mas a variedade de filmes, documentários e programas é muito maior em quantidade e muito mais diversa em temática.

Para dizer que o melhor é o Discovery+ (seria minha segunda opção), para dizer que o melhor é assistir online piratão sem pagar nada ou ainda para dizer que nada substituí o cinema: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

O que você achou?

Loading spinner

Etiquetas: , ,

Comments (43)

  • Se for pra escolher, fico com a Sally nessa. Tá, eu sei que a hbo faz coisas com qualidade, mas entre qualidade e entretenimento lixo só pra esvaziar a cabeça prefiro o segundo. Não é sempre que tu está com a cabeça boa pra ver uma série cult ou qqr conteúdo que te exija um pouco mais de teu cérebro.

    Ahh e quando à netflix… Tá indo só ladeira abaixo, que triste fim!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • “Para começo de conversa, assinando o Dinsey + você ganha o Star +, que é uma versão adulta do Disney +.”

    “Não, não é pornô”

    Aaaaaaah… kkk…

    Qndo estava vendo q a Disney estava adquirindo tdo me ocorreu a ideia dela fazer filme adulto (pornô msmo) msmo tendo foco no publico infanto juvenil… msmo sendo improvável pela seu legado (até fui ver a história da Disney) n se pode descartar q ela seja dona de um canal assim mas por baixo dos panos!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Na vdd nenhuma… é q a motivação delas é comercial… n seria nd demais se de repente ñ parecesse q está degringolando, e os lucros fossem mais importantes q o compromisso de qualidade e satisfação do consumidor… e realmente poucas empresas parecem seguir neste compromisso igual ao qndo começou, tdo é em prol de meta de crescimento… q nem as séries, se n atingirem as metas estipuladas de audiencia já são descartadas, qntas séries de uma temporada só ou poucos capítulos existem por aí… pessoal n quer mais levar uma vida pra enriquecer, quer fazer do dia pra noite!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Faltou falar da BP Select, o serviço de streaming da Brasil Paralelo. Ou por enquanto eles não são assim tão relevantes no mercado pra serem mencionados?

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Nunca assisti, mas pelos anúncios que eu vejo, eles parecem por enquanto estar mais preocupados em divulgar produção própria, que é basicamente documentários de cunho político voltado ao conservadorismo, embora também já estejam montando um catálogo de filmes, desenhos e seriados majoritariamente mais antigos. A BP apregoa que seu objetivo é resgatar valores tradicionais que estão se perdendo e oferecer qualidade em vez de quantidade com produtos audiovisuais “escolhidos a dedo”.

        O que você achou?

        Loading spinner

    • Eu já vi um chamado ou outro deles no YouTube, parece até ser interessante, mas alguma coisa me fez desconfiar de que se tratasse mesmo de alguma veia conservadora no meio… Daí até desisti de ver qqr coisa deles.

      O que você achou?

      Loading spinner

    • Brasil Paralelo é basicamente olavismo galopante for dummies e pior, com muito otário pagando por isso.
      Taí um canal que não faço questão de assinar… Já me basta a decepção do Paramount+.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Bom mesmo é ir para a locadora e trazer um saco de fitas pra entregar em três dias, tudo rebobinado pra não pagar multa. E lá ainda tem a seção 18+.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Off Topic

    Nunca mais vi os comentários do Ge por aqui. Ele era um dos impopulares mais participativos.
    Tomara que ele esteja bem.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Obrigada, anônimo! Fico mais tranquila com essa informação. Afinal, são tempos nebulosos esses os que atravessamos.

        O que você achou?

        Loading spinner

    • Pôxa… bacana de sua parte se preocupar assim… ainda existem pessoas descentes e otimos exemplos… prbns!

      O que você achou?

      Loading spinner

    • Oi, Saloti, tudo bem?
      Obrigado pela preocupação, eu continuo por aqui, mas meio em off, leio quando posso o desfavor, e comentar as vezes não sobra tempo…

      Na real , é que de um tempo pra cá minha vida entrou numa fase meio mecânica, eu entrei numa fase meio estafa mental também, nível assim de só ir pro trabalho, voltar, comer por obrigação, não ter energia pra mais nada, cair no sono, dormir até o dia seguinte, acordar e ir pro trabalho novamente…

      Eu sei, isso é péssimo, estou tentando mudar isso aos poucos, daí por isso eu saio nos finais de semana com meu namorado pra parques e cafés etc pra tentar me desligar de tudo e recuperar minhas energias, sabe? Até o Twitter eu deixei de acompanhar com frequência, porque não tenho tempo nem cabeça pra isso. Só dou uma geral por lá, comento algo rápido e pronto…

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Ge!

        Mano (que é como chamamos alguém carinhosamente aqui onde moro) é bom receber notícias suas.
        Cuide-se na medida do possível, pois -como falei na outra mensagem – são tempos nebulosos os que atravessamos.
        E que bom que tens a companhia do teu namorado, a jornada fica menos pesarosa quando temos alguém para dividir os pensamentos.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Sim, tô tentando me cuidar, inclusive indo no psi as vezes e mesmo no nutricionista, já que nesses casos é preciso uma dieta hipercalorica, sabe como é, colocar mais energia pra dentro pro corpo dar conta.

          E sim, eu sei que os tempos são nebulosos, mas essas discussões alheias baratas sobre política nem me afetam muito, eu consigo ficar na minha. O que me afeta mesmo é toda essa conjuntura, essa coisa de trabalhar horrores e ganhar pouco, não conseguir poupar, não conseguir sair do lugar, e tudo caro no mercado, e parece que nada sai do lugar, nada muda, e não vai mudar a médio prazo, mesmo mudando de presidente…

          Isso sim, me causa uma dorzinha, sabe? Uma tristeza quase que como uma depre. E aí quando eu lembro que nem posso reclamar muito pois há gente em condições muito piores que as minhas, gente passando fome, olha…

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Fico com a Sally nessa, mas com uma ressalva. O Combo Plus só vale a pena por aqui caso você tenha conta no Mercado Livre/Mercado Pago.
    E ao contrário do que a Sally informa, é possível assinar Disney Plus ou Star Plus separadamente.
    Por mais 10 reais mensais, você pode pegar Paramount Plus também na conta do Mercado Livre.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Aqui eu assino os dois pelo preço de um. Eu posso assinar separadamente mas fica o mesmo preço, não faz o menor sentido pagar por um quando, pelo mesmo preço, posso ter os dois.

      O que você achou?

      Loading spinner

      • O preço “normal” do Combo Plus vai para 50 reais fora do esquema do Mercado Livre. Tem descontos por períodos mais limitados, só que além do prazo do desconto ser menor, ainda tem o fato que o desconto no Disney Plus e no Star Plus serem menores que os oferecidos a quem é cliente Mercado Livre/Mercado Pago.
        Não vale a pena.
        PS.: Pensa que poderia ser pior. Poderiam estar “carcando o couro” como a Disney faz com o Hulu, que tem assinatura na faixa dos US$ 60 nos EUA.

        O que você achou?

        Loading spinner

      • Pode confiar, serão seus 30 reais mais bem gastos do mês
        Errou. Com conta no Mercado Livre sai R$ 14,99 (já teve momentos que estava em R$ 9,99 e eu peguei um desses momentos).

        O que você achou?

        Loading spinner

          • Preço cheio:
            Disney+ R$ 27,90
            Disney+ e Star + R$ 45,90 (pacote disponível gratuitamente via assinatura do Nível 6 do Mercado Livre, hoje com custo mensal de R$ 14,90).
            Disney+, Star+ e StarZPlay R$ 55,90

            O que você achou?

            Loading spinner

  • Também não dou conta. Fico impressionada por saber que existe gente com tempo para acompanhar várias séries. Onde vocês arranjam tempo e paciência?

    O que você achou?

    Loading spinner

  • A unica coisa que vale a pena na Netflix sao os dramas Coreanos, pelo menos e algo diferente.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Funcionava bem para mim tanto liberações de temporadas quanto episódios semanais até recesso.
    Mais um ex-quase-fã de Netflix, e há um tempinho também bancando Prime.

    Voltando a declarar empate: estão excelentemente “especialistas sobre especialistas”.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Pulei fora do prime ao ver que o esquema freemium deles pode fazer um estrago e tanto no orçamento se você não estiver preparado.
      Um filme no catalogo custando mais que um mês de assinatura (e de quebra ainda sendo oferecido na faixa por meio do Star Plus)? Tá de brincadeira, Amazon.
      Espero sinceramente que esse modelo de negocios não prospere.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • O bom é o que eu não pagar, no caso o Prime Vídeo que posso usar incluso no meu plano da Tim. Esse é o único que uso legalmente, as demais coisas eu baixo online de sites duvidosos. Vida de brasileiro pobre é desse jeito.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Prime Vídeo Freemium só é válido caso você assista no celular no caso de você ser cliente TIM. Se quiser ver na tela da Smart TV ou do Computador, tem que ser pagando e nesse caso, Vivo é mais vantagem que TIM (dá 2 meses de faixa no plano).

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Não costumo assistir filmes e não tenho saco pra acompanhar séries/novelas com dezenas de episódios, então pagar streaming pra assistir uma vez na vida não faz sentido pra mim…

    O que você achou?

    Loading spinner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: