Verdadeira simetria.

Durante muito tempo batemos na tecla de que a simetria entre Lula e Bolsonaro era verdadeira, ou seja, nenhum dos dois presta e são farinha do mesmo saco, a única coisa que muda é a alegoria usada em seus discursos.

O tempo passou e continuamos afirmando que não só a simetria é verdadeira, como ela ainda vai muito além de Lula e Bolsonaro. Ela abraça estes dois grandes grupos, seus representantes e seu fã-clube. Quer ver?

LULA X BOLSONARO

Mesma merda, com a diferença alegórica de que o discurso de um é um pouco mais polido (quando ocorre sem improvisos).

Nenhum dos dois está preocupado com o bem-estar do povo, nem mesmo quando uma situação calamitosa como uma pandemia ou uma enchente de proporções bíblicas se apresenta. Ambos deixam o povo desamparado, que acaba se informando, se ajudando e se mobilizando por conta própria para conseguir sobreviver.

Ambos negam a ciência, seja negando eficácia de vacina, seja tratando a força física de quem nasceu homem como se fosse idêntica à de quem nasceu mulher. Seja negando que a Terra é redonda, seja negando que o que a pessoa sente não suplanta a biologia. E negam a realidade relacionada à ciência, mandando preso com pênis para presídio feminino ou dizendo que homossexualidade é curável.

Ambos atrasaram a compra de vacinas. Ambos deixaram a população sem vacinas e sem outros insumos importantes, pode ser oxigêncio, pode ser insulina. E, por falar em oxigênio, ambos avalizaram a ozonioterapia, enfiar ozônio no cu dos outros para tratar questões de saúde.

E por falar em cu, ambos deram o cu para o Centrão para poder governar. Ambos utilizaram Orçamento Secreto em larga escala. Ambos nomearam amigos incompetentes. Ambos falaram inconveniências sobre minorias. Ambos mantêm seus eleitores na base do fanatismo. Ambos têm esposas que parecem não bater bem da cabeça e filhos que geram problemas. Ambos são feios e se vestem mal.

Ambos têm uma história parasitária na política brasileira, com longos anos nos quais não contribuíram em nada. Ambos respondem a processos por corrupção e crimes piores. Ambos favorecem empresários bandidos cujos interesses conflitam com os do povo. Ambos foram filmados falando coisas pejorativas sobre gays e mulheres. Ambos contribuem para o desmatamento da Amazônia. Ambos deram causa a uma infinidade de vergonhas internacionais. Ambos falam mal o próprio idioma.


JANJA X CARLOS BOLSONARO

A simetria não se exaure mais em Lula e Bolsonaro. Justamente por serem tão parecidos, as pessoas que os cercam acabam desempenhando os mesmos papéis. Vamos citar alguns exemplos aqui, mas há muitos mais. Começando com a sensacional duplinha Janja e Carluxo, os elementos sem-noção e vergonha alheia da nossa simetria verdadeira.

Estes são os papagaios de pirata mais inúteis e vexatórios que já vimos, mas que se acham super relevantes. Só estão ao lado do Presidente graças a relações pessoais, mas se acham braço direito, super competentes e não tem qualquer constrangimento de intervir em tudo, causando uma imensa vergonha pelo seu despreparo e falta de noção. Se por um lado é engraçado (pois mais atrapalham do que ajudam), por outro o deslumbramento e a falta de noção geram indignação e vergonha alheia.

Nenhum dos dois ocupa qualquer cargo oficial, mas isso nunca os impediu de agir como se eles fossem Presidentes, humilhando inclusive os verdadeiros Presidentes, passando por cima da sua autoridade e falando bostas que fatalmente respingaram em todo mundo. Ambos são feios, burros e incompetentes. Ambos parecem ter uma autoestima baixíssima, o que tentam compensar com uma necessidade quase patológica de estar nos holofotes, receber atenção e tentar convencer os outros de como são relevantes.

Ambos armam flagrante com fotógrafos para aparecer passando uma determinada imagem e ambos acabam vendo o tiro sair pela culatra quando a foto chega fora da sua bolha, mas nada disso leva a uma reflexão sobre o ridículo dos seus atos, é imediatamente atribuído a hater, a ataque por motivos políticos, a uma oposição agressiva.

Ambos ostentam bens materiais e eventos em redes sociais, demonstrando a personalidade jeca, deslumbrada e infantilóide, bem como uma pobreza de alma sem igual. Ambos se vestem mal, são esteticamente feios mesmo com todos os procedimentos para melhorar o layout. Ambos são chamados pelo povo (e até por algumas pessoas do próprio partido) por apelidos pejorativos.

Ambos acabam sendo mais inimigos do que amigos de seus respectivos Presidentes, pois em sua imensa burrice e desejo de aparecer, acabam criando inúmeras situações que são um prato cheio para a oposição e para críticos. Da mesma forma, ambos acabam depondo contra seus Presidentes, pois que tipo de pessoa cria um filho imbecilóide ou se casa com uma imbecilóide desse porte e permite que o respectivo imbecilóide tenha tamanha autonomia de intervir no seu trabalho.

São o “braço direito” autoimposto, suportado pelo Presidente para não criar problema em casa, desprezados pelo povo que não seja parte da bolha puxa-saco e, eu diria, um é o maior cabo eleitoral do outro, pois cada vez que abrem a boca dá uma vontade incontrolável de votar no outro partido.


GLEISI HOFFMANN X CARLA ZAMBELLI

Agora vamos para os elementos histéricos, descontrolados e barraqueiros da nossa simetria verdadeira: Gleisi Hoffmann e Carla Zambelli.

Ambas tem aquela vibe “Crazy Eyes” de mulher maluca. Ambas tem conhecidos episódios de descontrole que atrapalharam seus respectivos partidos. Ambas tiveram informações vexatórias de suas vidas pessoais se tornando públicas e viraram motivo de piada. Ambas são incompetentes e nunca estariam onde estão se não tivessem recebido ajudas poderosas. Ambas pecam pelo excesso de agressividade, descontrole emocional e histeria.

E ambas atribuem as críticas que recebem pelo excesso de agressividade, descontrole emocional e histeria a discurso de ódio, machismo e preconceito. Ambas degradam a imagem das mulheres reforçando todos os estereótipos mais negativos contra o qual nós lutamos por anos.

Ambas são desprezadas a boca pequena dentro do próprio partido, com direito a apelidos maldosos e deboche. Os partidos de ambas sabem que elas são uma vergonha, só as mantém por perto pois ambas sabem demais para serem descartadas e reação de mulher louca quando é descartada nunca é boa.

Ambas são motivo de piada em redes sociais. Ambas se acham relevantíssimas para seus partidos e parece não saber o quanto são ridicularizadas por seus pares. Ambas criam confusão, principalmente em períodos eleitorais, prejudicando seus candidatos.

Ambas se vestem mal, erram o corte de cabelo e parecem se pensar muito mais novas do que realmente são. Ambas colecionam brigas públicas, inclusive com outras mulheres e adoram bater e esconder a mão, fazendo escândalo quando qualquer consequência dos seus atos se apresenta.

Ambas subiram na vida sem qualquer mérito. Ambas usam a carta da misoginia cada vez que são atacadas, quando na verdade todos sabemos que aconteceria mesmo que cada um tivesse 5 pênis. Ambas têm relações com grupos desprezíveis e socialmente nocivos. E ambas vão continuar nesse meio, pois são feias e burras demais para fazer qualquer outra coisa na vida, nem mesmo para putas servem. Já para amantes…


ANIELLE X DAMARES

Agora vamos para os elementos radicais, militantes e cegos pelas suas crenças da nossa simetria verdadeira: Anielle e Damares.

Nem vou me dar ao trabalho de fazer comparações, vou escrever um texto corrido que serve para estas duas senhoras: pessoa sem mérito algum subiu de forma circunstancial, emburrecida por suas crenças, causas e militâncias, desfila ignorâncias semanalmente que geram anda mais desunião no povo brasileiro, pois os grupos de sua defesa são colocados como merecedores de privilégios, causando revolta, repulsa e resistência em todo o resto do eleitorado, que se sente sacaneado, com razão.

É quase uma caricatura, de uma imbecilidade cega, que não lhe permite ver que, muito além dos aplausos na sua bolha, suas atitudes ridículas empurram o eleitor para votar na oposição, em função desse radicalismo, dessa intolerância com pensamentos diferentes, que tornam a pessoa escrava do seu discurso e insensível para a realidade do país e do povo.

Não quer igualdade, quer privilégio para aqueles que ela considera como merecedores. Não quer igualdade, que punição para quem não reza pela sua cartilha. Não quer igualdade, quer vingança contra grupos que julga inimigos. O sonho de todo desempoderado é ser opressor, e esta senhora ilustra isso perfeitamente.

Essa postura injusta, radical, engessada e burra se converte em sucessivas gafes que fatalmente acabam caindo em redes sociais, isso quando esta senhora não acaba vítima de fake news, cega pelo seu viés de confirmação. Perdeu-se a noção de tudo, inclusive do que é socialmente aceitável. O curioso é que, apesar de um discurso tão rígido, muitas vezes seu comportamento não foi dos mais corretos e dos mais éticos.

Fatalmente, por sua postura repulsiva, tudo aquilo que ela supostamente defende acaba sofrendo um efeito rebote e sendo desprezado pela maior parte da sociedade, aquela que não pertence à sua bolha. Mas não importa, pois quem não pertence à sua bolha é logo taxado de algo negativo e sua opinião é desconsiderada. Mas, não podemos esquecer, mesmo quem não é da sua bolha vota. Depois não entende quando a resposta vem nas urnas.


GADO DE ESQUERDA X GADO DE DIREITA

Agora vamos para o lado da “torcida”. Nesse Fla x Flu dos infernos, até os torcedores são escrotos e semelhantes, mas se achando completamente diferentes. Coitadinhos, o gado da esquerda é exatamente igual ao gado da direita, só muda a alegoria.

Acusam o outro lado de tudo que eles e seu lado faz, mas quando seu lado faz, não admitem que aconteça ou usam uma série de alegorias para justificar que é diferente. Reforçam a polarização do país sem perceber que é graças a essa desunião que seu político e a oposição, juntinhos e de mãos dadas, botam no cu do povo. Se acham os inteligentes, conhecedores da verdade, que percebem o que o outro lado burro não consegue ver.

Se acham de uma superioridade intelectual fantástica apesar de terem a cognição de uma ameba. Culpam o outro lado por todos os problemas e nunca acham que é hora de criticar seu político de estimação pelos mais diferentes motivos, sendo o principal, o temor de que se o fizerem, a oposição de fortaleça e o secundário acreditar que crítica é coisa de traidor.

Intransigentes, condenam qualquer estilo de vida ou escolha que não seja a sua, atribuindo a quem ousa discordar do seu lado o estigma de burro e a quem ousa discordar dos dois o estigma de “isentão”, como se reprovar a ambos fosse um sinal de fraqueza moral e não de sanidade mental.

Espalham notícias falsas, atacam quem discorda deles e possuem gabinete do ódio pronto para moer a reputação ou tentar silenciar quem ousa criticar seu lado. Nunca erram, quando divulgam algo errado é um equívoco, uma imprecisão, mas quando o outro lado o faz, é criminoso que divulga informações falsas e precisa ser punido. E sempre defendem qualquer crítica ao seu político de estimação trazendo o nome do opositor: “Mas e o __________” (Lula ou Bolsonaro), como se o fato de um ser uma bosta avalizasse o ouro a ser uma bosta também.

Ambos gritam, fazem barulho e tentam se impor, mas a verdade é que ambos seguem homens fracos, que não tem tanto poder como se imagina, que são governados pelo Centrão. Seus Presidentes são mera figura decorativa que, diga-se de passagem, nem para isso servem pois além de feios e burros, vivem protagonizando vexames.

E ambos levam vidas muito merdas, repletas de frustrações, por isso precisam buscar uma distração, uma causa, uma batalha fora, pois não se atrevem a olhar para as próprias questões e tentar resolvê-las: sucesso profissional, família, casamento, filhos, projetos, realizações, saúde mental, saúde física… nada disso recebe o foco, o foco é gritar o que a bolha quer ouvir para receber aplausos, se sentir herói, se sentir reconhecido e validado ao menos uma vez na vida. Sentir pertinência uma vez na vida. Sentir qualquer sensação que lembre poder alguma vez na vida.

E todos tomam no cu pelas mãos dos seus políticos de estimação e arrumam pretextos, justificativas, falácias para se convencer de que não.


A simetria, meus queridos, nunca foi tão verdadeira. Reparem que quando alguém vem contestar a simetria, sempre faz menção às alegorias, nunca à essência desses dois lados, pois em essência, são o mesmo.

Não se apeguem a alegorias, alegorias são maquiagem passageira, máscaras descartáveis, jogo de espelhos. Observem em essência o que são (não o que dizem), o que fazem (não o que dizem) e o que não fazem (não o que dizem) cada um destes grupos.

Se você defende um, sinto te informar, você é a mesma merda que o outro.

Para me xingar, para dizer que não tem outra opção (existiam outros dez candidatos) ou ainda para nos acusar de estar defendendo um lado em um texto que repetidas vezes está dizendo que os dois são a mesma merda: comente.

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: , ,

Comments (9)

  • Ambos negam a ciência, seja negando eficácia de vacina, seja tratando a força física de quem nasceu homem como se fosse idêntica à de quem nasceu mulher. Seja negando que a Terra é redonda, seja negando que o que a pessoa sente não suplanta a biologia. E negam a realidade relacionada à ciência, mandando preso com pênis para presídio feminino ou dizendo que homossexualidade é curável.

    Nem isso no caso do Lula, que faz as coisas com base na lei do menor esforço. Comprar briga com a militância dos floquinhos de neve tarados numa lacração é algo que na avaliação dele não paga a pena.

  • Acredito que, no fundo, a maioria das pessoas saiba ou pelo menos suspeite que tanto o gado quanto os tocadores de berrante são iguais, mas entram em negação porque é confortável demais ter inimigos externos, distantes e inalcançáveis.

    Eu acho assustador o quanto esses grupos de militância se parecem com seitas, talvez sejam classificados como tal dentro de alguns anos.

  • Essa reflexão inclusive me reforça que futuramente, vai acontecer Bolsonaros e petistas na mesma chapa. É claro, vão inventar alguma ameaça que precisam combater juntos, pra justificar.

    • Não duvido. Hoje é improvável mas se um dia surgir uma terceira via realmente forte que ganhe de ambos, vão se unir e botar suas máquinas de moer reputação para destruir a pessoa.

  • Excelente, Sally. Falar mais claro do que isso, impossível. Não tem como não concordar, e seu texto vai ao encontro de duas coisas que venho dizendo há tempos: 1 – ambos jamais vão perceber ou admitir, mas são apenas duas faces de uma mesma e azinhavrada moeda, e 2- enquanto os dois lados brigam entre si, o país se inclina ora à direita e ora à esquerda mas sem nunca ir de verdade PARA FRENTE. Em outros tempos, eu compartilharia com muito gosto o link da postagem de hoje com todos os meus contatos, tanto esquerdistas quanto direitistas. Mas, desta vez eu não vou fazer isso, e por uma razão muito simples: porque NÃO ADIANTA! Estão todos presos demais às “câmaras de eco” das suas respectivas bolhas e chafurdando na própria merda de tal forma que nada vai fazê-los acordar para ver o óbvio. São pessoas que se acham super espertas, mas que na realidade não conseguem sequer desconfiar que o “O” seja redondo…

    • Não adianta. O brasileiro não quer entender que enquanto estiverem divididos os políticos vão continuar fazendo o que querem e sacaneando o povo. Preferem a sensação de pertinência, de receber aplausos de uma bolha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: