Tag: cérebro

Hoje é o nosso feriado nacional de Dia dos Fracos, uma data destinada a antagonizar com aqueles que se dedicam a mimimi, vitimização e choradeiras no geral. Para celebrar, normalmente fazíamos postagens ou semanas temáticas apontando quão ridículo era o comportamento destes grupos ou pessoas, focados no aspecto psicológico mesmo. Era o que mais os aborrecia e a gente achava graça de ver os floquinhos de neve únicos e especiais se debatendo por alguém não se deixar calar por faniquito.

Porém, já faz um tempo, estes grupos estão se trucidando entre si. Criticá-los, hoje em dia, seria chover no molhado e, pior, ainda ganharíamos a simpatia de um grupo “rival” igualmente mimizento. Isso nos colocou diante de um dilema: como fazer uma semana temática irritando todos esses grupos sem que nenhum deles fique feliz?

Continue lendo

Outro dia desses eu ouvi a história de um cidadão que trabalha com medições de data em laboratório, aquelas que estimam a idade de fósseis em centenas de milhões de anos. O trabalho da pessoa é interessante, mas as crenças dele que me chamaram atenção: a pessoa é ativa numa divisão do cristianismo que diz que a Terra não tem mais que 6 mil anos de idade. Como é possível?

Continue lendo

Vamos falar sobre algo muito comum, mas que nem nome tem: como a gente se obriga a realizar atividades intelectuais mesmo quando estamos exauridos. Não precisa ser nada muito erudito ou refinado, qualquer atividade intelectual: leitura, cursos ou até um filme. É uma violência que quase todo mundo comete, justamente por não ter a percepção de que é uma violência.

Continue lendo

Criatividade é um grande trunfo humano e uma habilidade poderosíssima, seja para a vida, seja para o mercado de trabalho. Na última década, a criatividade entrou em alta e virou moda ser criativo (ou dizer que é criativo), mas, de nada adianta criatividade se ela não partir do ponto certo e for bem direcionada.

Continue lendo

Em tempos de polarização extrema, ainda existem alguns poucos bastiões da unidade no Brasil, e é sobre um deles que vamos falar hoje. Não importa se você é branco, negro, azul, verde ou incolor. Não importa se você é católico, ateu ou budista. Não importa em quem você votou ou em quem você não votou. Não importa se você é hetero, gay, não-binário ou se identifica com o gênero canino. Nada disso importa, existe um fator que une todo o Brasil, e, por isso, merece nossa atenção. Desfavor Explica: Evidências.

Continue lendo

  • 1
  • 2
  • 4