Tag: liberdade de expressão

Hoje vamos falar das “Pessoas Quer Dizer”.

“Pessoa Quer Dizer” é aquela que pega uma frase sua e a usa como premissa para tirar um monte de conclusões bizarras que não se depreendem do que você falou. Se você não entendeu bem o que isso significa, não se preocupe, você verá diversos exemplos no texto de hoje, que vai deixar o conceito muito claro. Certamente todo mundo já se deparou com uma Pessoa Quer Dizer na vida.

Continue lendo

O Flow – um dos maiores grupos de podcasts do país – se viu numa confusão daquelas ontem (08/02) quando um de seus sócios e comentaristas mais populares, o Monark, disse que o Brasil deveria ter um partido nazista. A internet e a mídia entraram em modo de cancelamento, o Flow perdeu boa parte dos seus patrocinadores e Monark já foi mandado embora. Curiosamente, de onde menos se esperava, veio uma mensagem de suporte: do partido mais comunista do Brasil.

Continue lendo

O jogador de vôlei Maurício Souza, 33 anos, foi dispensado do Minas Tênis Clube, equipe que disputa a Superliga brasileira do esporte. A rescisão acontece duas semanas após o jogador publicar um comentário homofóbico em sua página pessoal do Instagram sobre a bissexualidade do atual Superman, anunciada pela DC Comics. A repercussão desencadeou pressão dos patrocinadores da equipe para que Souza se retratasse, mas seu pedido de desculpas não foi o suficiente para ele seguir no clube. LINK


É tanto desfavor nessa história que nem sabemos por onde começar. Desfavor da Semana.

Continue lendo

Trump foi banido do Twitter. As redes sociais mais famosas fecharam o cerco contra a “direita” americana, e as alternativas correm um sério risco de ficarem sem infraestrutura. Um grupo cada vez maior de justiceiros virtuais está caçando todo mundo relacionado com a invasão do Capitólio semana passada… e muita gente está comemorando como se finalmente estivéssemos colocando ordem no mundo de novo. Será?

Continue lendo

Um ataque a faca deixou três mortos na manhã desta quinta-feira (29) na Basílica de Notre-Dame em Nice, no sul da França. As vítimas são uma idosa, que foi decapitada, o sacristão da basílica e uma brasileira de 44 anos. O suspeito de ter cometido o atentado, um homem de 21 anos, foi baleado pela polícia e depois preso. O presidente francês, Emmanuel Macron, classificou o ataque como um “ato terrorista islâmico” e disse que os franceses não vão abrir mão de seus valores. LINK


Como dessa vez os franceses não estão pedindo desculpas por morrer, a tensão está enorme. Desfavor da Semana.

Continue lendo

  • 1
  • 2
  • 4